quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009
Avatar

Draconian - Discografia

6 comentários

Gênero: Gothic/Doom Metal
País: Suécia
Biografia: A banda sueca, Draconian teve seu início em 1994 quando Johan Ericson (bateria e vocais), Andy Hindenäs (guitarra) e Jesper Stolpe (baixo e vocais) se juntaram com o Kerberos, um conjunto de metal de Heavy/Death melódico com influências de Black Metal. Após sete meses, o vocalista e poeta, Anders Jacobsson entra na banda e mudam o nome para Draconian.

Nos meses posteriores, a banda trabalha exaustivamente para fazer sua primeira gravação demo, o que ocorre em outubro de 1995, no Estúdio Källgren. Uma semana depois a banda faz seu primeiro ao vivo.

Em fevereiro de 1996, com a ajuda de Jessica Eriksson (flauta e vocais), Susanne Arvidsson (vocais e teclado), Andreas Haag e Magnus "Bergis" Bergström, a demo ao vivo é tornada pública. A demo intitulada Shades of a Lost Moon, recebe excelentes críticas, aguçando comentário sobre a que rótulo enquadrar a banda.

Em janeiro de 1997, o Draconian grava sua segunda demo, In Glorious Victory, a qual não chega a ser liberada para o público, em razão de seu imenso tamanho.

Logo após, o tecladista Andreas Karlsson é incorporado à banda e começam a criação de novos materiais.

Em agosto de 1999, a banda volta ao estúdio para gravar sua terceira demo, The Closed Eye of Paradise, um álbum com um tema místico e dark, falando sobre a eterna batalha entre Lúcifer e os anjos caídos, contra a verdadeira face de Deus. A produção ficou péssima, bem longe da qualidade do Draconian. Assim, a banda optou por melhorar a demo antes de seu lançamento, entre os meses de maio e junho. Melodias novas foram adicionadas, assim como efeitos que tinham sido omitidos erroneamente no estúdio. O esforço valeu a pena, e a demonstração foi liberada finalmente.

A banda, aos poucos, foi mudando seu estilo de fazer música, tornando seu som mais lento, mais obscuro e doom. Já nesse novo rumo, eles gravam o promo Frozen Features, disponibilizado tanto pela internet, quanto em formato de CD. Logo após esta gravação, o baterista Andy Hindenäs sai da banda e em seu lugar entra Jerry Torstensson.

No verão de 2002 é gravada uma demo final, que sacramentaria o Draconian, como uma das grandes promessas do cenário metal. A demo Dark Oceans We Cry recebe excelentes críticas e rende à banda um contrato com a gravadora Napalm Records.

Em julho de 2003 a banda, grava seu álbum de debute, Where Lovers Mourn, depois de quase uma década de vida. O álbum possui aquela levada típica das bandas de gothic/doom metal, com uma sonoridade bem arrastada, pesada e atmosférica, contando com os vocais rasgados de Anders Jacobsson em contraste com a voz lírica de Lisa Johansson. Os destaques ficam para a faixa inicial, The Cry of Silence, com seus mais de 12 minutos do típico e bem trabalhado, Doom Metal e The Amaranth, uma composição empolgante. Outro bom resultado é obtido em It Grieves my Heart, por sua versatilidade e mudanças de andamento.

Logo em seguida, a banda sai em turnê para divulgação do álbum. Sem demora, entram em estúdio novamente, logo após a turnê, para a gravação de seu segundo álbum. As gravações são finalizadas no final de 2004 e a banda lança em janeiro de 2005 o álbum Arcane Rain Fell. O trabalho traz algumas mudanças em relação ao primeiro trabalho, mas mantém a boa qualidade, sendo bastante elogiado pela imprensa européia e norte-americana. Em faixas como Apostasy Canticle, a banda mostra toda sua energia com um ritmo Death imposto pelas guitarras e bateria.
Há mais diferenciais, como a variação de Anders nos vocais masculinos, ora cantando em tom limpo e grave, com boa dose de melancolia, ora simplesmente fazendo uma hipnótica narração, como em Expostulation. O destaque maior fica por conta de The Abhorrent Rays, com uma contagiante melodia, notadamente Dark, além de ser a faixa onde fica mais evidente o talento do vocalista Anders. No restante do álbum, a aparição de Lisa é bem pequena, só ocorrendo nos momentos certos, o que acaba sendo a grande sacada neste álbum.

Meses depois, Daniel Arvidsson entra no lugar no guitarrista Magnus Bergström e no começo de 2006 é a vez do baixista Jesper Stolpe, deixar a banda em razão do nascimento de seu filho. Em seu lugar entra o habilidoso baixista Fredrik Johansson.

Em setembro de 2006 a banda lança o álbum The Burning Halo, mais um sucesso absoluto! As três faixas inéditas deste novo trabalho, conseguem de forma ímpar criar um ambiente soturno, depressivo e melancólico através de riffs poderosos e arrastados, uma seção rítmica coesa e intrincada, teclados etéreos e uma já consagrada dualidade vocal entre gutural de Anders e o angelical de Lisa. A banda também brinda os fãs, com a regravação das três faixas da demo de 1999, The Closed Eyes of Paradise, numa interessante visão do passado da banda, e duas versões: One Day They Will Kill The World do Ekseption e Forever My Queen do Pentagram. Um aperitivo para um futuro trabalho de originais, que, salvo alguma catástrofe, marcará definitivamente a ascensão dos suecos ao trono do Doom Metal mundial.

Integrantes:

Atuais:

Anders Jacobsson - Vocais
Lisa Johansson - Vocais
Johan Ericson - Guitarra (também do Doom:VS)
Daniel Arvidsson - Guitarrra
Fredrik Johansson - Baixo
Jerry Torstensson - Bateria

Antigos:

Andreas Hindenäs - Guitarra
Thomas Jäger - Baixo
Magnus Bergström - Guitarra
Jesper Stolpe - Baixo
Jessica Eriksson - Flauta, Vocais
Susanne Arvidsson - Vocais, Teclados
Andreas Haag - Teclados
Sanne Carlsson - Teclados, ao vivo
Andreas Karlsson - Teclados, Programação
Elena Andersson - Teclados, ao vivo

Comentários: Eu diria que o Doom Metal moderno teve influência principal de 6 bandas, The 3rd And The Mortal para o Doom Atmosférico, Sunn O)))¹² para o Drone, My Dying Bride para o Doom/Death, Anathema para o Depressive Rock, Candlemass para o Doom Tradicional, e o Draconian sem sombra de dúvidas para toda a leva de bandas que mesclam o Gothic com o Doom Metal. A idéia de uma vocalista mulher lírica e vocais guturais masculinos numa mesma banda vem desde o Theatre Of Tragedy, mas com o Draconian o estilo se popularizou dando origem a bandas como Lacrimas Profundere e Saturnus. A banda também tem uma notável influência do Funeral Doom, especialmente nos álbuns mais antigos, de bandas como o Funeral. De cada 10 que começam no Doom, uns 7 conhecem Draconian e My Dying Bride primeiro. São bandas mais emocionalmente acessiveis, e são foderosamente fodônicas. Ainda aproveito pra falar do novo álbum, Turning Season Within, que ficou FODA ao extremo. Com as vozes femininas mais aparentes e os guturais mais pesados, além do instrumental mais rápido. A banda também teve participação do vocalista do Novembers Doom, tanto em algumas músicas como na arte do álbum, que sempre foi um dos fortes da banda. Recomendo qualquer um dos álbuns pra quem quer conhecer, a banda é bem linear e mantém a qualidade em todos os álbuns.


Álbuns:

Where Lovers Mourn
2003
1.The Cry Of Silence12:44
2.Silent Winter04:59
3.A Slumber Did My Spirit Seal04:11
4.The Solitude07:56
5.Reversio Ad Secessum07:33
6.The Amaranth05:22
7.Akherousia02:34
8.It Grieves My Heart07:30

Download Rapidshare
Download DepositFiles
Download Badongo
Download Zshare

Arcane Rain Fell
2005
1.A Scenery Of Loss09:11
2.Daylight Misery05:31
3.The Apostasy Canticle09:51
4.Expostulation02:05
5.Heaven Laid In Tears (Angel's Lament)06:54
6.The Abhorrent Rays05:32
7.The Everlasting Scar06:00
8.Death, Come Near Me15:10

Links: Upado pelo Dri

Rapidshare
Megaupload
zSHARE
Badongo



The Burning Halo
2006
1.She Dies07:28
2.Through Infectious Waters (A Sickness Elegy)08:04
3.The Dying09:48
4.Serenade of Sorrow05:00
5.The Morningstar08:01
6.The Gothic Embrace08:34
7.On Sunday They Will Kill The World (Ekseption cover)04:12
8.Forever My Queen (Pentagram cover)02:49

Links:


Rapidshare
Megaupload
Zshare
Free
Megashares
Uploaded.to
Filefactory



Turning Season Within
2008
1.Seasons Apart06:31
2.When I Wake05:49
3.Earthbound08:10
4.Not Breathing05:38
5.The Failure Epiphany06:20
6.Morphine Cloud07:32
7.Bloodflower05:31
8.The Empty Stare05:46
9.September Ashes01:10

Links:

Rapidshare
Megaupload
Zshare
Free
Megashares
Uploaded.to
Filefactory
EasyShare

6 Responses so far.

  1. Anonymous says:

    Muito PHODA esse som!!! Curti muito esse mix de My Dying Bride com The Gathering...

  2. Anonymous says:

    Maravilhosa Banda...Draconian é Doom ponto final...Os vocais são lindos tanto masculino como feminino...Perfeitos!!!!!

  3. Gabriel says:

    Draconian nada mais .......

  4. Anonymous says:

    O "Turning Season Within" nã presta!!é o pior album deles

  5. Dynasty says:

    Enfim alguem levantou a tocha das grandes bandas dos anos setenta e oitenta. Valeu Draconian.

    Parabens pela postagem.

  6. FaithLessNess says:

    Pago um pau beeeem grande pra essa banda! xD
    Eles representam mesmo!

    Valeu por postar! =*

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.