sábado, 21 de fevereiro de 2009
Avatar

Frank Zappa & Jean Luc Ponty - Melbourne '73

0 comentários

Gênero: Rock Progressivo, Psicodélico, Jazz, Fusion
Ano: 1973
País: Estados Unidos / França
Comentário: Dois grande ícones do rock progressivo mundial, dois monstros do experimentalismo juntos.

Zappa foi um dos músicos mais controversos e geniais que já surgiram. Declarações como
'Algumas pessoas não reconheceria boa música nem que ela viesse a morde-las na bunda', tornou-se uma das tantas declarações polêmicas desse genial guitarrista. O humor, na maioria das vezes bastante ácido, torna-se marca registrada de seus álbuns e muitas canções são usadas como hinos pela juventude, envolvida em diversos conflitos políticos por volta da década de 60/70. A forma de compor do guitarrista também chama bastante chama atenção uma vez que, ele escrevia diretamente na partitura, sem tocar nenhum instrumento durante o processo.

O outro lado da moeda é Jean Luc-Ponty. Violinista virtuso, um pioneiro na utilização de violino elétrico de 5 cordas, uma afinada em Dó e a utilização de um violino elétrico de 6 cordas com a fraseado lexível e a energia de um saxofone. No início dos anos 60, Ponty se lançou como músico de jazz, chamando a atenção da crítica.

Esse trabalho foi gravado no Live at Festival Hall, Melbourne em 29 de Julho de 1973. O mais engraçado é notar como a suavidade e vigorosidade de Ponty se choca de maneira muito bem colocada com toda 'rebeldia' de Zappa.

Para quem gosta de boa música, experimental, aí está.

Destaque para a faixa Fifty Fifty

Up ripado da minha coleção de vinis. =)

Tracklist:

1. Exercise Four
2. Dog Breath
3. Dog Breath Variations
4. Uncle Meat
5. Montana
6. Fifty Fifty
7. Mudshark
8. Farther Oblivion

Download Rapidshare
Download Badongo
Download Megaupload
Download zShare

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.