quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009
Avatar

Treta - O Sangue, A Honra e A Verdade

2 comentários
Gênero: Hardcore
País: Brasil
Ano Lançamento: 1997

Comentário: Comentário: Em 1997, o guitarrista Marcelo Neje (Soldado) e o baterista Fernando Schaefer (ENDRAH, PAVILHÃO 9, KIKO LOUREIRO), que então eram integrantes da banda de thrash metal KORZUS, chamaram o vocalista Adolpho Schaefer, irmão de Fernandão, e o também baterista Fernando Bertacin, que assumiu o baixo, para formarem uma banda que invocasse o verdadeiro espírito da cena hardcore mundial com letras polêmicas e voltadas totalmente aos assuntos do cotidiano brasileiro.
Gravaram o álbum independente “O Sangue, a Honra e a Verdade” e começaram a tocar sem nenhuma pretensão comercial.
Muito mais que uma banda, os shows do TRETA ficaram conhecidos na cena underground do país como um encontro de amigos, tatuadores, músicos e várias ideologias em torno de uma só causa: união e respeito em uma “roda” intensa e avassaladora.
Com o tempo, muitos admiradores da banda tatuaram o nome TRETA em homenagem à banda que já havia feito o mesmo imortalizando o nome na barriga.
Esses são os criadores da HCSP, uma das principais crews HC paulistanas. Som calcado no NYHC, mas todo em português, agressivo e pesado.


Tracklist:

1. Pedra da Morte
2. A Moda É Tacá Fogo
3. Vamo Dá um Rolê
4. Batalha Naval
5. Bicha do Caralho
6. Coletivo do Terror
7. A Cor da Dor
8. Hemogenin
9. O Trosobado
10. Antiboy


2 Responses so far.

  1. Lilo! says:

    treta hc é o verdadeiro hc!
    é a favela gritando a verdade das ruas,s em esses sentimentalismos baratos e chorinhos pra pegar menininha!


    quer ver se aguenta!

    "pular até morrer"

  2. Ai, pessoal! O Treta vai colocar CD novo na área neste ano (2009).

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.