segunda-feira, 31 de maio de 2010
Avatar

Jô Soares e o Sexteto - Jô Soares e o Sexteto

5 comentários
Gênero: Jazz, Soul, Blues
País: Brasil
Ano: 2000

Comentários: Eu sou um admirador desse grande homem, o grande Jô Soares [não se incomodem com os "grandes"]. Apesar de todo esse "mimimi" de TV Globo e alta sociedade, é inegável sua inteligência, tanto para entrevistas como para assuntos diversos. Jô comanda um dos poucos programas da TV brasileira, e talvez o único daquela emissora ao qual assisto, e sempre aprendo um pouco. Músicos e artistas nacionais tem lugar reservado em seu sofá, assim como convidados internacionais e figuras cômicas. Apesar de sua ponta de arrogância e egoísmo, não posso deixar de reconhecer a sua, já citada, inteligência além do carisma, cultura e humor sarcástico.

Este CD foi-me uma bela surpresa. Não tanto por conta da banda, já que era explícita sua qualidade e bom gosto, mas a união do Sexteto Onze & Meia, com o carismático-arrogante-sarcástico Jô, deu a ele o que nenhum outro CD tem, ao menos não em terras tupiniquins.

Além das músicas, contamos com os comentários de "Jow" sobre algumas fases do Jazz, sua estrada e outras curiosidades. É quase como um "aprenda-brincando", uma coisa não muito diferente de seu programa.

Biografia: O humor inteligente do “gordo” surge agora em um novo formato. O CD “Jô Soares e Sexteto” traz a gravação do show musical que ele e a banda de seu programa de TV têm apresentado, em casas noturnas de algumas capitais do país, desde o final de 1999. Nesse espetáculo, Jô homenageia outra de suas paixões: O Jazz.
Jô combinou dois critérios para selecionar as 13 canções que compõem o roteiro do show: seu gosto pessoal e a intenção de mostrar à platéia diferentes estilos do jazz, como o swing (em “Makin’ Whoopee”), o dixieland (em “On the Sunny Side of the Street”) ou o hard bop (em “Blues Walk”). Tudo isso sem pretensões didáticas, mas com graça. Tocando bongô e cornet (uma versão compacta do trompete), além de cantar em várias faixas, Jô está bem-acompanhado por seu popular Sexteto, formado por Osmar (piano), Derico (sax e flauta), Chiquinho (trompete), Tomati (guitarra), Bira (baixo) e Miltinho (bateria). No show, Jô interpreta sucessos de alguns de seus jazzistas favoritos, como os trumpetistas Chet Baker (a balada “Let’s Get Lost”) e Dizzy Gillespie (a afro-cubana “A Night in Tunisia”). Já quando canta, mesmo que não chegue a mencioná-los no show, é fácil perceber sua ligação com os estilos brincalhões de Cab Calloway, Slim Gaillard e Louis Jordan, músicos que, exatamente como Jô, valorizavam o papel do humor no jazz.
Ao introduzir os números musicais do espetáculo, ele também conta casos e histórias engraçadas. Como o fato de ter nascido em 16 de janeiro de 1938, na cidade do Rio de Janeiro, na mesma hora em o clarinetista Benny Goodman comandava, em Nova York, o primeiro concerto de jazz realizado no palco do erudito Carnegie Hall.

Músicos
Jô Soares : Voz, Cornet, Bongô
Bira (Ubirajara Penacho dos Reis) : Baixo Elétrico
Chico Oliveira : Trompete
Derico Sciotti (João Frederico Sciotti) : Flauta, Saxofone
Miltinho Ramos de Brito : Bateria
Osmar Barutti : Teclados
Tomati (Carlos Nascimento) : Guitarra

Site Oficial: Derico
Site Oficial: Chiquinho
Site Oficial: Tomati
Last.fm: Jô Soares e o Sexteto

Tracklist
01. Summertime
02. Sudwest Funk
03. Night In Tunisia
04. Let's Get Lost
05. Blues Walk
06. Stormy Monday Blues
07. On The Sunny Side Of The Street
08. Saint James Infermary
09. Enkrenka
10. Makin' Whoopee
11. Caravan
12. You Oughta Be In Pictures
13. Um Croquete (One Meat Ball)

Download

5 Responses so far.

  1. Nobres, pode ser até bobagem, mas eu curto muito o tipo de som que o sexto do jô faz!
    É o tipo de som para vc poder reunir o povão para tomar umas biritas e curtir até amanhecer...
    eu recomendo sim..
    esse post ai foi do caralho
    muito bom!!!

  2. Anonymous says:

    Muito bom hein ,não me arrependi de ter esperado o blog voltar.vlw mesmo.

  3. Igor... says:

    Perfeito esse release. Na verdade eu nem curtia jazz, mas acabei gostando por causa do filme Aristogatas(um clássico Disney), e acabei me apaixonando pelo som. Jô Soares e o Sexteto é algo sensacional e de uma qualidade incrivel, gostei muito, muito mesmo!

  4. Nobres, pode ser até bobagem, mas eu curto muito o tipo de som que o sexto do jô faz!
    É o tipo de som para vc poder reunir o povão para tomar umas biritas e curtir até amanhecer...
    eu recomendo sim..
    esse post ai foi do caralho
    muito bom!!!

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.