segunda-feira, 28 de junho de 2010
Avatar

Íon - Immaculada

1 comentários
Gênero: Neofolk, Neoclássico, Darkwave, Ethereal
País: England/Portugal
Ano: 2010

Comentário: Os vestígios da carreira de Duncan Patterson volta para o início dos anos 90, quando começou sua incursão musical como membro de Anathema, um grupo pioneiro que permanece como precursores do único gênero Doom Metal em toda aquela década.

Patterson também viria a envolver-se com o antimatter, um projeto que desenvolveu o seu talento para a canção mais emocional e atmosférica escrita em novos formatos, e que ele se demitiu no final de 2004, os esboços iniciais daquilo que viria a se transformar em Íon foram elaborados.

Íon provavelmente é a sua criação mais pessoal: um meio que ele bate mais fundo em sua identidade espiritual. Esta entidade musical que Patterson tem nomeado como a palavra irlandesa "puro" - uma palavra precisa para a mentalidade do projeto - e esta é a definição aparentemente abrangente de World Music e é insuficiente para definir os climas etéreos que "Madre, Protégenos", álbum de estréia de Íon, veio a revelar.
E agora também contamos com o novo álbum "Immaculada", belíssimo álbum, com muito feeling, sensibilidade extrema, enfim perfeito para quem aprecia o estilo.
Destaque para a faixa "Adoration", confira o video também. Eu sou suspeita pra falar de qualquer coisa que qualquer membro do Anathema faça musicalmente falando!




Tracklist:
1.Immaculada
2.Temptation
3.Adoration
4.Damhsa Na Gceithre Ghaoth
5.Invidia
6.Cetatea Cisnadioara
7.The Silent Stars
8.Return to Spirit

Download

One Response so far.

  1. nameless says:

    eu quando vi o post confundi este Duncan com o vocalista da fase antiga do anathema, o Darren, ia logo comentar da outra banda dele, o serotonal, haha


    vou conferir isso ae

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.