segunda-feira, 31 de janeiro de 2011
Avatar

Marcelo D2 - À Procura da Batida Perfeita

0 comentários
Gênero: Hip hop/ Rap/ Samba
País: Brasil
Ano: 2003

Comentário: Marcelo D2 é um velho conhecido, ex-integrante da polêmica Planet Hemp, se viu bem em carreira solo, adquirindo ainda mais sucesso e simpatia, tanto do povo quanto da própria crítica. Com 5 álbuns de estrada (incluindo seu acústico MTV), além de participações e coletâneas, D2 mudara consideravelmente neste tempo todo, mas este aqui é o assunto da vez, então me sigam.

Bom, especial é, não diria o mais especial, mas À Procura da Batida Perfeita é certamente a coisa mais próxima da batida perfeita brasileira que talvez D2 esteja à procura. Rap, samba e até um clima rock (relembrando os tempos de PH)... conseguem sentir a brasilidade aqui? Mas claro, batidas recheadas de letras que, de forma tranqüila, mas não mórbida, lançam um salve, lançam uma idéia, lançam um toque e lançam um vamo nessa, está ligado? De praxe as críticas ao nossos problemas sociais, aos vacilões e o reconhecimento do samba em letras rimadas. Isso torna o pastel mais gostoso, com uma massa bem crocante e um gordo recheio.

Com isso temos um álbum maravilhoso, que na minha opinião está bem encaixado e pode ser apreciado e consumido pelos pobres e pelos ricos, pois o que importa é a mentalidade dos ouvintes. Ou mesmo para os vacilões se tocarem, os políticos se olharem, os manos se moverem. Essa fórmula mais acessível fez ao menos com que metade do disco vire hit e invada os mais variados tipos de lares.

Aqui temos a faixa título — que vem após uma intro totalmente instrumental (ironia) — que faz um som homogêneo a partir da mistura do rap com a bossa nova. À Procura da Batida Perfeita é na verdade uma tradução para Looking For The Perfect Beat, uma música do Dj Afrika Bambaataa (reconhecido como fundador oficial do Hip Hop), do qual D2 diz ter sido muito influenciado.

Depois temos o hit Vai Vendo, que fala nada mais, nada menos que dele mesmo, e Maldição do Samba, é claro, sobre o samba presente como uma maldição dentro de todos nós. Mudando um pouco da sonoridade que até então consiste em samba e rap, Pilotando o Bonde da Excursão vem em modo funkeado, um soul transformado por suas rimas de sempre. Loadeando vem em seguida e também é um hit, e talvez a primeira música em conjunto de Stephan, seu filho, que irá participar de álbuns posteriores. Profissão MC se mostra ainda mais alternativa como nossa cena atual do rock, assim como CB (Sangue Bom), que conta com a participação de Will.I.Am, do Black Eyed Peas. Pulando um pouco, chegamos até a última, Qual É, que sem dúvida foi o maior Hit de toda sua carreira e uma das melhores sonoridades brasileiras que pude ouvir.

O álbum foi considerado um dos melhores do ano em que fora lançado, e certamente mereceu, mas possui também alguns pontos negativos. As rimas de Marcelo D2 são legais e simples, mas seriam facilmente malhadas e surradas por vários grandes rimadores, partideiros, repentistas e claro, os versadores. Mas fora isso acho dispensável procurar defeitos, como é o caso de alguns o considerarem um disco curto, o que não conta se levarmos em conta que cada música (fora a intro) é de boa à ótima. Baixe e curta este que é o segundo álbum da carreira solo de MD2.

Site||MySpace

Tracklist:
  1. "Pra Posteridade" (0:05)
  2. "A Procura Da Batida Perfeita" (03:04)
  3. "Vai Vendo" (03:25)
  4. "A Maldição Do Samba" (03:57)
  5. "Pilotando O Bonde da Excursão" (03:50)
  6. "Loadeando" (03:28)
  7. "Profissão MC" (03:20)
  8. "CB (Sangue Bom)" (02:42)
  9. "Batidas E Levadas" (02:11)
  10. "Re-Batucada/ Do Jeito Que O Rei Mandou" (03:52)
  11. "Qual é?" (03:43)
MegaUpload||4Shared||Mediafire

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.