terça-feira, 8 de fevereiro de 2011
Avatar

Igorrr - Baroquecore (EP)

5 comentários
Gênero: Breakcore/Experimental/ Uma mergulhada na música Barroca
País: França
Ano: 2010

Comentário:
Então, você se lembra desta resenha aqui onde nosso chegado Nameless nos apresentou o álbum cacofônico Moisissure do encantador Igorrr?

Pois bem, ano passado saiu mais algumas músicas, porém como o Nameless não está aqui para apresentá-lo, faze-lo-ei!

Baroquecore dá as dicas logo de cara. Como se mixar, sobrepor, progredir e cadenciar já não fosse o bastante, ainda temos que aturar mais essa grande investida na divina e magnânima Música Barroca. Mas eis que isso pode até não soar tão estranho caso você já tenha ouvido o disco anterior e/ou lido a resenha da qual roubei estas citações.

Porém acredite, você pode encontrar um novo caminho à partir deste disco. É como se pegássemos a tecnologia da nossa década, somado com a insanidade mental de um músico que sabe o que faz e viajássemos para um passado vívido em desejos materiais e espirituais, de magníficas obras que se misturavam entre a conservação e realidade dramástica das características humanas e o desejo indescritível pelo desconhecido divino ou a curiosidade pelo oculto macabro.

Assim podemos dizer deste disco, que bem parecido com o anterior nos gera confusão, inquietação, intimidação e ansiedade. Mas, cá entre nós, o Barroco aqui me fez simplesmente enchergar uma variação de um de seus pontos marcantes: Conflitos espirituais. Além é claro, não vamos esquecer de que temos um momento na história passada de composições musicais complexas que se encaixaram perfeitamente a Igorrr de hoje.

Mas em todo caso pulemos para a parte do "Play".

MySpace||Selo||Lastfm

Tracklist:
01. Tendon
02. Half a Pony
03. Terrine
04. Unpleasant Sonata
05. Excessive Funeral
06. Veins

MegaUpload||4Shared||MediaFire||EasyShare

5 Responses so far.

  1. Disco com batidas rápidas,rupturas bruscas,insano. Uma viajem rumo a loucura que fiz ouvindo esse álbum. Haha, muito bom XD

  2. nameless says:

    valeu por lembrar de mim dotor damião

    ah sim duas coisas sobre o igorr, depois deste ep saiu o Full, chamado Nostril, com mais tracks insanas. este disco eu achei o mais experimental de todos, se tratando de idm, coisa que acontecia menos nos outros (onde rolava mais broken beat)

    outra coisa é que achei uma vez o um set live dele no site utkonos.org, mas infelizmente não to achando, quando achar posto aqui


    força ae galera e desculpem pelo sumiço

  3. r. says:

    Aproveitando o que o Nameless disse, o Nostril é o mais "clássico" do Igorrr, porque é o que mais usa elementos de música clássica, na minha opinião. E sobre o fato de ser experimental, acho que todo o trabalho do Gautier é experimental, pois ele lida com mais de 4, 5 gêneros totalmente distintos, isso faz dele um artista completamente experimental.

    No mais, valeu pela postagem, eu não tinha esse EP, só tinha os três Fulls dele. Posso até enviar pro blog, já que não tem nem o Poisson Soluble e o Nostril, creio eu.

  4. Anonymous says:

    muito bom! coisa insana daora!

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.