segunda-feira, 21 de março de 2011
Avatar

Jeff Buckley - Discografia

3 comentários


Gênero: Rock Alternativo
País: Estados Unidos

Comentário: Jeffrey Scott Buckley, foi um cantor/guitarrista/compositor norte-americano, filho do lendário cantor e compositor folk Tim Buckley.
Jeff começou a carreira apenas tocando guitarra, pois temia ser comparado com seu pai, um cantor de talento vocal absurdo.
Foi então, em um concerto em tributo ao seu pai, que faleceu aos 28 anos de idade por uma overdose de heroína e deixou Jeff órfão aos 9 anos de idade, que Jeff resolveu cantar a partir deste momento nunca mais deixou sua voz de lado.

No ano de 1994 Jeff Buckley lançava seu primeiro álbum intitulado Grace. Aclamado pelos críticos, cultuado por muitos, mas com fracas vendagens, pois segundo a gravadora, o som de Jeff era "leve" demais para as rádios alternativas e pouco comercial para o público geral. O álbum foi aclamado por diversos músicos de renome como Jimmy Page, Paul McArtney e Bono Vox, este último que disse "Jeff Buckley é uma gota cristalina em um oceano de ruídos.".

O álbum apresenta um som tocante. É melancólico e sombrio. A linda voz de Jeff carrega muita emoção e muita densidade ao som de Grace. É o tipo de música que fascina o ouvindo desde a primeira audição, pois é assombroso o feeling e a beleza das composições deste garoto. Sua guitarra leve porém coesa leva o álbum todo, utilizando muita vibração nas cordas e por várias passagens durante o álbum violões acompanham a voz de Jeff na inebriante melancolia do álbum. O álbum apresenta dois covers: "Hallellujah" do grande Leonard Cohen e "Corpus Christi Carol" de Benjamin Britten.

Jeff viajou pelo mundo por 2 anos com a turnê de Grace, colecionou fãs e impressionou milhares de pessoas com a grata surpresa de seu incrível talento. Então, enquanto a gravadora o pressionava para lançar um álbum mais "pop", mais acessível ao público Jeff se recusava a fazê-lo e após estar quase completando as gravações do seu segundo álbum abandonou-as, e voltou a ficar um período de quase um ano escrevendo novas canções e ensaiando com sua banda.



Eis que em 1997, durante a gravação do (agora sim) vindouro álbum "My Sweetheart the Drunk", Jeff e um amigo pararam na beira do Rio Wolf em Memphis para nadar. Segundo o amigo de Jeff, ele estava nadando enquanto cantava "Whole Lotta Love" quando desapareceu nas águas do Wolf. O amigo o procurou por 10 minutos e então chamou a polícia. Apenas 10 dias depois o corpo de Jeff foi encontrado. O rio Wolf havia tomado do mundo um grande talento e uma das suas maiores promessas. Assim como seu, igualmente genial, pai, Jeff morreu jovem demais, aos 30 anos de idade.

Uma coletânea com as músicas que Jeff já havia gravado para "My Sweetheart the Drunk" foi lançada. Muitas delas incompletas, sem mixagem e masterização. O álbum póstumo foi lançado sob o nome de "Sketches for My Sweetheart the Drunk". O álbun póstumo mostra um lado muito versátil de Jeff com canções beirando o blues como "Everybody Here Loves You" e canções mais pesadas com uma veia dark bem característica do metal como "Nightmares by the Sea".

Jeff Buckley até hoje coleciona fãs e admiradores. Músicos e bandas como John Mayer, Muse e Coldplay citam Jeff como uma de suas maiores influências. Thom Yorke afirma que o Radiohead compôs "Fake Plastic Trees" após chegarem de um concerto de Buckley, pois ficaram atônitos com a melancolia e talento do rapaz. O único álbum de estúdio lançado por ele em vida, é constantemente citado entre os melhores álbuns de todos os tempos.

Em tempo, Jeff Buckley, na minha humilde opinião, foi um dos músicos mais influentes e talentosos (a quantidade de vezes que esta palavra apareceu no texto serve como referencial) da década de 90, e até de todos os tempos. Quando se ouve e se apaixona pela música dele, sente-se até um aperto no peito em saber que o mesmo já não está entre nós e nunca mais ouviremos nada novo deste garoto. Bom, Enjoy.

PS: Álbuns ao vivo, coletâneas de B-sides não foram incluídas na discografia, apenas o álbum de estúdio e o álbum póstumo (que seria um álbum de estúdio).

Site Oficial

Grace - 1994
Tracklist:
1."Mojo Pin"
2. "Grace"
3."Last Goodbye"
4. "Lilac Wine"
5. "So Real"
6."Hallellujah"
7. "Love, You Should've Come Over"
8. "Corpus Christi Carol"
9. "Eternal Life"
10. "Dream Brother"

MediaFire || Megaupload || Hotfile

Sketches (For my Sweetheart the Drunk) - 1998
Tracklist:
CD I
1. "The Sky is a Landfill"
2. "Everybody Here Loves You"
3. "Opened Once"
4. "Nightmares by the Sea"
5. "Yard of Blonde Girls"
6. "Witches Rave"
7. "New Year's Prayer"
8. "Morning Theft"
9. "Vancouver"
10. "You and I"

CD II
1. "Nightmares by the Sea (Original Mix)"
2. "New Year's Prayer (Original Mix)"
3. "Haven't You Heard"
4. "I Know We Could Be So Happy Baby (If We Wanted to Be)"
5. "Muder Suicide Meteor Slave"
6."Back in N.Y.C."
7. "Demon John"
8. "Your Flesh Is so Nice"
9. "Jewel Box"
10. "Satisfied Mind"

Mediafire || Megaupload || Hotfile

3 Responses so far.

  1. Koticho says:

    Lindo post, Jeff é sensacional. Apesar de que eu incluíria o live na discografia, é lindo demais.

  2. Parabens voce está dando aula de como fazer um Blog! Muitíssimo bem feito!!!

    Acesse o Portal carrosjuizdefora.com.br são disponibilizados classificados para venda de veículos , semi-novos e usados, apoiados por um sistema que permite o contato direto com todos os vendedores/proprietários.

    Carros Juiz de Fora

  3. Buckley...nas horas tristes sempre tem uma musica para salvar alguem!

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.