quinta-feira, 17 de março de 2011
Avatar

Non Dolet - Inner

5 comentários
Gênero: Ambient/ Dream ambient/ Electro/Minimal/ Instrumental/
País: Rússia
Ano: 2011

Comentário:
Vindo diretamente (ou indiretamente) via e-mail, Alisa, que executa o papel de one-man-band, enviara seu projeto Non Dolet para apreciação, análise e partilha.
Residente na Rússia, Alisa (Alice) é uma moça, bem jovem, e que começara iniciando sua carreira de forma atraente. Difícil de definir um estilo, Non Dolet parece ser avesso à definições e aos limites. Experimental, ambiente e eletrônico talvez sejam as bases fundamentais do projeto. O que ela cria a partir disto é que nos comove.
Deficiente em informações, Alisa é mais uma criatura tentando mostrar sua arte, e do modo mais inteligente, que hoje é à partir da Internet.
Seu som se faz delicado assim como o título de seu disco, Inner (Interior), mas também estranho, confuso e inquieto. Talvez seja a tradução de seu próprio ser, do ser de Alisa, com o pseudônimo de Non Dolet, mas, com pesquisas, sabe-se que a jovem — que estuda em um conservatório local, e que pretende estudar psicoacústica — dedicou este álbum à sua mãe.

As músicas revelam o potencial de Non Dolet/Alisa, mas podem soar estranho, criando talvez dois grupos: Os que irão adorar tal som exótico, e os que talvez sentirão tédio, mesmo que gostem de coisas parecidas.
Utilizando-se de vários instrumentos, ela realmente tira lucro deles, diferente de outros projetos ao qual notamos a falta de conhecimento dos músicos que apenas dão uma 'soprada', uma 'batida', uma 'riffada', como desculpa para dizer que fez um material diferente e com outras influências. Aqui não, além dos instrumentos (eletrônicos, acústicos e percussão), sua sonoridade ainda passeia pelo trip-hop e folk, mas de um modo diferente. Poderia dizer que sua música, na minha opinião, tem uma considerável taxa de influência de compositores como Edward Artemiev (postado aqui no blog) — que fizera a trilha sonora de filmes para o fantástico Andrei Tarkovski.

Apesar de chamá-lo de estranho, eu o considero um trabalho bem acessível e de fácil digestão, desde que se permita aquele velho ritual: degustação, a salada, o prato principal e a sobremesa, para só depois tirar uma conclusão mais coesa do banquete. Uma ou outra faixa parecem não serem 100% compatíveis, mas a potencialidade transmitida revela que em um futuro ela poderá nos apresentar grandes obras (maiores ainda).

Vale muito a pena baixar este material que, não só a música, possui uma bela capa, e aproveitando, destaco as faixas Inner, Outback, Bushido e War Field, mas abaixo você pode conferir todas. Uma cópia física do material poderá ser adquirido via e-mail para nondolet.a@gmail.com

Last.fm//Official.fm

5 Responses so far.

  1. Corvo says:

    Um dark ambiente muito simpático..., uma experiência com sons e harmonias, que no conjunto fica muito agradável, gostei!...

  2. Corvo says:

    Um dark ambiente muito simpático..., uma experiência com sons e harmonias, que no conjunto fica muito agradável, gostei!...

  3. Denise Japiassu says:

    Mas quem disse que o estranho não pode ser bom?Sai com uns amigos ontem, fumamos 1 e coloquei o Non Dolet para ver a reação deles. Não teve um que não tenha gostado. O Ignes, como sempre, postando boa música...
    :)

  4. Coc says:

    E esta menina gosta de chupar paus!

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.