sábado, 14 de maio de 2011
Avatar

Nargaroth - Spectral Visions of Mental Warfare

0 comentários
Gênero: Ambient Black Metal
País: Alemanha
Ano: 2011

Comentário: Apesar da mistura de ambos os gêneros - muito comuns entre bandas de Black Metal -, podemos dizer que em Spectral Visions, o Ambient predomina, pois além de ter mais da metade do disco composto por músicas de tal rótulo, o mesmo pode também servir de complemento à músicas sujas e agressivas como "An Indifferent Cold in the Womb of Eve". Porém, além da introdução do disco e mais várias faixas, destaco a eletrônica "Journey Through My Cosmic Cells (The Negation Of God)", que apesar de ser longa, 10:04, é uma música extremamente bem estruturada, agradável de se ouvir, entretando em certas horas chegando a ser um pouco maçante devido à sua "construção", que não tem nenhum instrumento, a não ser os sintetizadores.

Com certeza o som que temos aqui não é algo de fácil compreensão, pois o seu humor, seus ouvidos e até mesmo o momento precisam estar conspirando ao seu favor para apreciar um som mais sujo e exótico como o proposto nesse disco. E, diferentemente de diversas bandas que podem ser igualmente rotuladas, o Nargaroth faz certas músicas que apenas com poucas modificações em sua batida pode ir direto para uma festa, risos, tendo em vista que apenas poucos elementos sinfônicos, somados à uma atmosfera obscura e barulhos feitos com o sintetizador geralmente compõe tais músicas.

Outro ponto extremamente comum dentro do Metal que não carece no Spectral é o contraste. Seja no contraste na passagem de uma música pra outra, na comparação de duas músicas distintas e até mesmo um contraste musical na mesma canção, pois muitas vezes sintetizadores e poucos elementos eletrônicos são usados por cima de um Black Metal sujo e agressivo, fato que equilibra a musicalidade, tanto em pontos como a atmosfera musical - que se torna algo bastante singular -, e também em tornar essas pedradas sonoras oferecidas pelo Metal Negro menos maçantes.

E para terminar essa tour pelo mundo eclético e diversificado (leia-se louco pra caralho, risos) do Black Metal, também podemos acrescentar barulhos de chuva, uivos de lobos e violoncelos causando uma temática mais diversificada ainda de tudo que virá pelo disco - vide que essas características citadas por mim estão todas juntas na introdução. Sem dúvida um disco de difícil compreensão, porém, sem dúvida, um disco ótimo.

Faixas:
1. Odin’s weeping for Jördh - 06:41
2. An indifferent Cold in the Womb of Eve - 06:26
3. Diving among the Daughters of the Sea - 05:19
4. Odin’s weeping for Jördh - Part II - 02:08
5. Journey through my Cosmic Cells (The Negation of God) - 10:03
6. A Whisper underneath the Bark of old Tree - 10:36
7. Spectral Visions of Mental Warfare - 10:37
8. March of the Tyrants - 06:16

Line Up:
Ash - Vocals, Guitar, Bass
Charoon - Guitar
Erebor - Drums

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.