terça-feira, 12 de julho de 2011
Avatar

João Nogueira - E Lá Vou Eu

1 comentários
Gênero: Samba / MPB
País: Brasil
Ano: 1974

Comentário: Já fui um cara bitolado no quesito música. Já odiei tudo que tivesse muitos instrumentos que fugissem da tríade guitarra-baixo-bateria. Se tivesse pandeiro, cavaquinho ou chocalho, então, eu saía correndo três dias sem olhar pra trás. Quando eu comecei a deixar de lado os preconceitos, no entanto, e me atentar mais às músicas com conteúdo, feitas com o coração, foi que eu tive as melhores experiências.
João Nogueira, indubitavelmente, colocou não só o coração, mas também sua alma, em tudo o que lançou. Corajoso, fez do samba, como ele próprio disse, um fiel mensageiro da população. Em pleno regime militar, no período de transição do Governo Médici para Geisel, lançou E Lá Vou Eu, mesclando sambas alegres, que falavam de amor e coisas banais, com ácidas críticas. Afinal, é preciso muita revolta e coragem para lançar versos como Força nenhuma cala a voz da multidão, e cantar inda vai ser bom, quando o samba primeiro não for prisioneiro desse desespero e resignação em período tão próximo ao governo mais opressor e violento da ditadura brasileira.
Nogueira morreu no ano 2000, e deixou filhos como Diogo Nogueira, que hoje faz sucesso até no RockGol, cuja voz é bastante parecida com a do pai. Ouvindo mil vezes seus discos, hoje em dia, eu vejo o quanto eu era idiota em renegar veementemente conteúdo musical tão significativo.

Tracklist:
  1. E Lá Vou Eu - 3:22
  2. Batendo a Porta - 2:25
  3. Sonho de Bamba - 3:16
  4. Meu Canto Sem Paz - 2:58
  5. De Rosas e Coisas Amigas - 2:53
  6. Eu, Hein, Rosa! - 2:47
  7. Do jeito que o Rei Mandou - 3:08
  8. Partido Rico - 2:47
  9. Tempo à Beça - 2:49
  10. Braço de Boneca - 3:09
  11. Gago Apaixonado - 2:23
  12. Eu Sei Portela - 3:16
FileSonic
Mediafire
Megaupload
HotFile

One Response so far.

  1. Eu passei pelo mesmo processo. Nada que não fosse blues, metal, hard rock ou grunge merecia ser tocado no meu discman azul. E não se engane: tem muito burguesinho com preconceito ainda, achando que samba se resume a essas pagodarias comerciais por aí. ISSO é samba. E dos bons!!! Um ritmo que pode ser de festa, mas pode ser de fúria. Porque é simples de fazer, mas só quem é bamba faz.
    Esse foi o post que eu mais curti até agora, Pedro!

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.