quinta-feira, 11 de agosto de 2011
Avatar

Decapitated - Carnival Is Forever

7 comentários
Gênero: Technical Death Metal (?)
País: Polônia
Ano: 2011
Comentários: Bom, difícil falar desse disco sem falar de um monte de clichês que povoaram as resenhas do mesmo. Primeiro, pra quem desconhece, Decapitated é uma banda bem conhecida no cenário do Death Metal pelos seus primeiros (e sensacionais) álbuns, especialmente o clássico Winds Of Creation, onde a banda praticava um Death Metal 'old school' que foi se moldando em um som técnico e pesadíssimo a cada disco, muito (mesmo) em parte ao baterista Vitek, por muitos considerado um dos melhores bateristas da história do Metal. E também ao vocal grave e de pegada de Adrian "Covan" Kowanek, que berrou no grupo no período entre 2005 e 2007 mas já ficou marcado naquele periodo como um vocalista de personalidade. Mas eis que em 2007 o carro em que a banda viajava sofre um acidente grave, e Vitek morre. Além desse trágico acontecimento, Covan fica com sequelas graves, de tal forma que ele está pelos dias de hoje apenas conseguindo voltar a falar com certa normalidade. Trágico e inesperado, o acidente deixou a banda em um periodo de algo além de um simples "on hold", lançando diversos discos (em especial DVD's) deixados ainda com Vitek no grupo (e na Terra, rs). Só algum tempo depois surgiu a vontade de continuar com a banda lançando um novo cd de inéditas.

Muitos fãs do grupo ao saber do projeto de Carnival Is Forever ficaram apreensivos para os dois novos membros do grupo que substituiriam tão aclamados artistas. Eis que então surgem um dos melhores discos não só do Death Metal dos últimos anos como sem dúvida um dos grandes lançamentos no Metal esse ano. O disco não apela tanto para a técnica e complexidade características da bateria de Vitek, contando com um baterista que se poupa mais, de certa forma. Embora, ao ouvir o disco, o instrumento é claramente totalmente coeso com a fluidez do grupo, então em nada isso prejudica. A sonoridade como um todo da banda foi modificada, saindo de um som realmente old school e complexo para uma aproximação do "Djent" e do Groove Metal. E ficou extremamente foda. O novo vocalista, Rafal Piotrowski, tem um vocal bem mais "moderno" que Covan, no sentindo que tende muito mais para um vocal "drive" que para os guturais graves. Os riffs continuam, por sua vez, inovadores e com uma pegada fenomenal, ainda mais com a adição do "groove". O Djent já é naturalmente um estilo bem fluido, apesar dos compassos assimétricos, e então usar guitarras bastante graves não foi nada desarmônico na proposta do disco.

Por fim, as músicas em si estão muito boas, não é só um disco com uma boa proposta. Se a banda perdeu em técnica com a morte de Vitek, o "novo" Decapitated sugere uma banda que além de ter paixão pelo Death Metal se dedica também a sempre manter um nível de brutalidade e inovação alto. E convenhamos, o Death Metal Técnico se renovou nos ultimos anos em diversas bandas, e as que não seguiram essa evolução parecem cantigas de ninar frente aos bumbos intensos e afinações cada vez mais graves de hoje em dia. Mas sem dúvida alguma, recomendo este álbum para os fãs de Death Metal das antigas, pois esse disco não chega a ser revolucionário ou muito moderno, tudo foi muito bem dosado. É um disco que, sem exageros, agrada desde o fã de Morbid Angel até o de Chimaira e Meshuggah. Tava demorando pra postar esse disco, essencial.

Agora o top de 5 segundos até esse post sumir miraculosamente ou todos os links ficarem off, aproveitem.

Tracklist:

1. The Knife 04:34
2. United 05:26
3. Carnival Is Forever 08:51
4. Homo Sum 04:35
5. 404 05:10
6. A View from a Hole 06:13
7. Pest 03:38
8. Silence 04:18

Links

Mediafire
Megaupload
Outros Links (Mirrorcreator)

7 Responses so far.

  1. rpz_rapaz says:

    PUUUUTA QUE PARIUUU!!! Que bela surpresa eu tenho, uma das bandas mais fodas do Death metal, eu tinha achado que eles não iriam voltar mais a lançar nada, pow... Uma pena o Vitek ter morrido, era um puta baterista... Ainda não escutei, vou baixar AGORA!

  2. rpz_rapaz says:

    Poxa, o álbum está longe de ser ruim, mas comparado aos antigos, está um pouco abaixo da média, sinceramente, o baterista deixa um pouco a desejar em relação ao Vitek, o vocal sim, eu curti bastante... Bem, pra quem curte um Death Metal bem bruto é uma boa pedida, notei também que eles estão um pouco menos técnicos, mas tudo bem... Espero que ná proxima esteja melhor, mas de qualquer forma é um excelente álbum, me agradou, mas eu esperava mais.

  3. rpz_rapaz says:

    Ahhh, ia esquecer, como comentáram na ShoutMix, eu agradeço ao Forbidden pela postagem :B como não sei como mudar meu nome aqui nos comentários, meu nome mesmo é Igor ;D

  4. Forba says:

    Obrigado Igor :B Só pelo fato de você ter se dado ao trabalho de comentar o que achou do álbum eu já fiquei muito satisfeito.

  5. Muito legal esse album. Lembra um pouco o pantera na pancadaria...
    Gosto bastante do Aghast view, tem como vcs postarem uma discografia deles ?
    O blog está de parabéns, não achei um mais bacana até agora.

  6. Muito legal esse album. Lembra um pouco o pantera na pancadaria...

    Gosto bastante do Aghast view, tem como vcs postarem uma discografia deles ?

    O blog está de parabéns, não achei um mais bacana até agora.

  7. alefort5 says:

    É disso que eu falo ... Foi aqui no Pignes que comecei a curtir Technical Death Metal ! \m/

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.