sábado, 19 de novembro de 2011
Avatar

Disturbed - Discografia

4 comentários

Gênero: Alternative/Heavy/Nu Metal
País: Estados Unidos
Periodo de Atividade: 1996-2011 (em hiato)

Comentário: Surgida em 1996 junto com uma leva de bandas que carregavam o rotulo de Alternative Metal, a banda se destacava das demais por ter uma sonoridade mais sombria, agressiva e pesada, com destaque para o vocal raivoso de David Draiman e seus gritos, que viraram marca registrada. Mas foi só no início dos anos 2000 com o lançamento do álbum “The Sickness” e com o single "Down with the Sickness" e seu famoso “oo-ah-ah-ah-ah”, é que conseguem maior reconhecimento, então dai pra frente decoloram, emplacando hits, botando álbuns atrás de álbuns no topo das paradas, o Disturbed conseguiu assim consolidar seu trabalho no cenário do Metal mundial e hoje goza de um estável sucesso e uma legião de fãs fieis em todo mundo.

A banda inicialmente se chamava Brawl, mas depois da entrada de Dramian em 1996, ele resolveu mudar o nome para Disturbed, que é a mente criativa por trás da banda, escrevendo praticamente todas as canções, abordando as mais diversas temáticas, mas sempre de um ponto de vista pessoal. Dramian é filho de pais judeus ortodoxos, e foi uma criança muito rebelde, sendo transferido de escola várias vezes por indisciplina, e parece que o seu comportamento rebelde também rendeu abusos por parte dos sues pais. Aos 16 anos sua namorada comete suicídio, o que serviu de inspiração para escrever a canção: "Inside the Fire", do álbum “Indestructible”. Creio que a conturbada infância e adolescência de Dramian fazem com ele use suas canções como válvula de escape para sentimentos reprimidos, e nas suas interpretações ele consegue transmitir todos esses sentimentos e emoções ao ouvinte, de maneira bem intensa, que na sua maioria são de raiva, revolta, e indignação. Isso é pra mim um dos maiores atrativos da banda.

Em 2000 a banda lança seu primeiro álbum, “The Sickness”, que é o considerado o mais pesado e sombrio da banda, também é o álbum que a banda mais usa elementos eletrônicos, característica essa que deixada mais de lado nos trabalhos posteriores. O álbum chegou ao número 29 na Billboard 200 e vendeu mais de 4 milhões de copias nos estados unidos desde o seu lançamento e contém a faixa "Down with the Sickness", música de maior sucesso do disco, que estava na trilha sonora do filme “A Rainha dos Condenados”.

No ano seguinte lançam “Believe” que comparado com o trabalho anterior apresenta menos peso, e apresenta um ar mais melódico. As temáticas das canções ganham uma abordagem mais religiosa, espiritualista e reflexiva, inspiração vinda do ataque às torres gêmeas em 2001 e a morte do avô de Dramian. O álbum conseguiu o primeiro lugar na Billboard 200.

Em 2005 lançam o álbum “Ten Thousand Fists” que também alcança o primeiro lugar na Billboard 200. A banda já possui bastante prestigio, sendo uma das atrações principais do Ozzyfest 2006. Quanto à sonoridade, os caras retomam novamente o peso e agressividade característica, mas com um diferencial, são adicionados solos de guitarra as canções, o que não havia nos álbuns anteriores.

“Indestructible” é lançado em 2007 e como os seus dois antecessores também alcança o primeiro lugar na Billboard 200. A banda continua com sonoridade pesada, mas dessa vez flertando mais com o Hard Rock e Heavy Metal.

Então em 2010 é lançado o álbum “Asylum”, e aqui temos a mesma formula usada nos álbuns anteriores, principalmente no “Indestructible”, mas dessa vez tudo parece mais fluido e coeso, e podemos perceber claramente uma sonoridade mais madura que nos álbuns anteriores. “Asylum” foi o quarto álbum consecutivo da banda a alcançar o primeiro lugar na Billboard 200, o que antes só havia sido conseguido pelo Metallica e Dave Matthews Band. No mesmo ano em comemoração aos 10 anos de lançamento do álbum “The Sickness” eles o remasterizam, e o re-lançam em uma versão que inclui B-sides.

Então depois de 15, bem sucedidos, anos na ativa os caras resolveram dar uma parada nas suas atividades e já anunciaram que vão entrar em hiato por tempo indeterminado. Os integrantes alegam motivos pessoais para a pausa no trabalho. E recentemente Dan Donegan, guitarrista da banda, deu a seguinte declaração a Billboard.com:

     “Eu não sei se serão seis meses ou seis anos ou mais do que isso. Eu realmente não sei. Então é um pouco assustador para eu pensar sobre isso: ‘E se a gente não voltar? Essa parte realmente me incomoda. Nós sentimos muita falta e queremos fazer tudo novamente. E, não porque um cara simplesmente alguém diz: ‘Ei, eu realmente sinto falta disso …’ “ 

    “Minhas esperanças estão nisso: ‘Se ficarmos longe tempo suficiente, nós vamos querer isso e muito mais (referindo-se ao retorno da banda). Eu gosto de pensar que, no tanto de coisas que fizemos juntos e como foi boa a química na banda – espero que mais cedo ou mais tarde – a gente de repente fale: ‘Cara, nós estamos sentindo muita falta. Queremos voltar lá’. Ficarei surpreso se isso não acontecer.”

Porém antes de encerarem suas atividades, eles resolveram lançar um álbum de despedida (?), uma compilação de B-Sides, que segundo Donegam é: "Um monte de nossas músicas favoritas foram deixadas de lado em nossos álbuns com o propósito de esperar que veria a luz do dia." O álbum intitulado “The Lost Children”, com certeza é um registro memorável e contém a essência da banda, sendo que irá agradar facilmente qualquer fã de carteirinha e até ser um deleite para aqueles que ainda não experimentaram da sonoridade.

O álbum contém 16 faixas, que por ser de momentos distintos da banda, não apresentam muita coesão entre si, deixando o álbum mais com um aspecto de Greatest Hits, contando com dois covers muito bacanas de “Midlife Crisis” do Faith No More’s e Living After Midnight do Judas Priest.

[Site/MySpace/LastFM]

Releases:

Álbum: The Sickness
Ano: 2000

Tracklist:

1.Voices - (3:11)
2.The Game - (3:47)
3.Stupify - (4:34)
4.Down With the Sickness - (4:38)
5.Violence Fetish - (3:24)
6.Fear - (3:46)
7.Numb - (3:44)
8.Want - (3:52)
9.Conflict - (4:35)
10.Shout 2000 - (4:17)
11.Droppin” Plates - (3:49)
12.Meaning of Life - (4:02)

Megaupload/Mediafire/Já postado aqui



Álbum: Believe
Ano: 2002


Tracklist:

1.Prayer - (3:41)
2.Liberate - (3:30)
3.Awaken - (4:29)
4.Believe - (4:27)
5.Remember - (4:11)
6.Intoxication - (3:14)
7.Rise - (3:57)
8.Mistress - (3:36)
9.Breathe - (4:21)
10.Bound - (3:53)
11.Devour - (3:52)
12.Darkness - (3:56)

Megaupload/Mediafire/4Shared



 Álbum: Ten Thousand Fists
Ano: 2005


Tracklist:

1.Ten Thousand Fists - (3:33)
2.Just Stop - (3:46)
3.Guarded - (3:22)
4.Deify - (4:18)
5.Stricken - (4:07)
6.I'm Alive - (4:41)
7.Sons of Plunder - (3:50)
8.Overburdened - (5:59)
9.Decadence - (3:26)
10.Forgiven - (4:14)
11.Land of Confusion - (4:49)
12.Sacred Lie - (3:07)
13.Pain Redefined - (4:09)
14.Avarice - (2:56)

Megaupload/Mediafire/4Shared





  Álbum: Indestructible
Ano: 2008


Tracklist:


1.Indestructible - (4:37)
2.Inside the Fire - (3:50)
3.Deceiver - (3:48)
4.The Night - (4:45)
5.Perfect Insanity - (3:55)
6.Haunted - (4:41)
7.Enough - (4:19)
8.The Curse - (3:24)
9.Torn - (4:08)
10.Criminal - (4:15)
11.Divide - (3:35)
12.Façade - (3:46)

Megaupload/Mediafire/4Shared/Já postado aqui





Álbum: Asylum
Ano: 2010


Tracklist:

1.Remnants - (2:43)
2.Asylum - (4:36)
3.The Infection - (4:08)
4.Warrior - (3:24)
5.Another Way To Die - (4:13)
6.Never Again - (3:33)
7.The Animal - (4:13)
8.Crucified - (4:36)
9.Serpentine - (4:09)
10.My Child - (3:18)
11.Sacrifice - (4:00)
12.Innocence - (4:31)
13.I Still Haven't Found What I'm Looking For - (5:28)
14.Down With the Sickness (Live) - (5:55)
15.Stricken (Live) - (4:17)

Megaupload/Mediafire/4Shared







 Álbum: The Sickness 10th Anniversary Edition
Ano: 2010


Tracklist:

1.Voices - (3:11)
2.The Game - (3:47)
3.Stupify - (4:34)
4.Down With the Sickness - (4:38)
5.Violence Fetish - (3:24)
6.Fear - (3:46)
7.Numb - (3:44)
8.Want - (3:52)
9.Conflict - (4:35)
10.Shout 2000 - (4:17)
11.Droppin” Plates - (3:49)
12.Meaning of Life - (4:02)
13.God Of The Mind - (3:05)
14.A Welcome Burden - (3:31)

Megaupload/Mediafire/4Shared




 Álbum: The Lost Children
Ano: 2011


Tracklist:

1.Hell - (4:15)
2.A Welcome Burden - (3:31)
3.This Moment - (3:05)
4.Old Friend - (3:35)
5.Monster - (4:04)
6.Run - (3:12)
7.Leave It Alone - (4:06)
8.Two Worlds - (3:30)
9.God Of The Mind - (3:04)
10.Sickened  - (3:58)
11.Mine - (5:04)
12.Parasite - (3:23)
13.Dehumanized - (3:32)
14.3 - (4:01)
15.Midlife Crisis - (4:03)
16.Living After Midnight - (4:25)

Megaupload/Mediafire/4Shared



4 Responses so far.

  1. Udr666 says:

    Foi feita uma pesquisa psicossocial nos EUA recentemente, e chegaram à conclusão de que Disturbed é porta de entrada para o mundo homoerótico. Encontraram uma alta correlação entre fãs de Disturbed e Village People

  2. Habacuc says:

    Se identificou é, santa? rsrsrsrs

  3. Anonymous says:

    Thank you !

  4. Anonymous says:

    Em que data exata foi lançado esse último álbum?

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.