domingo, 11 de dezembro de 2011
Avatar

Os Originais do Carimbó de Marituba - Os Originais do Carimbó de Marituba

5 comentários
Gênero: Carimbó (Música Regional Brasileira)
País: Brasil (Marituba - PA)
Ano: ???

Comentário: Há tempos venho pensando em postar algo de minha terra; algo que não fosse uma xoxota peluda, nojenta e enorme ocupando parte da Home do blog. Então, pensei em um ritmo regional chamado Carimbó. Encaro o Ignes como um blog difusor de música, não sendo esta retilínea, pragmática e de bases fundamentais chulas. Deste modo, ainda acho válida a minha tentativa de propagar músicas boas e desvalorizadas, sobretudo, pelos (e para os) próprios paraenses. Aliado a isto, está o meu sentimento de pertencimento cultural, aflorado por conta do plebiscito do qual ocorreu hoje para saber se a população paraense gostaria ou não que o estado do Pará fosse dividido. Sendo assim, devo ressaltar que este post é, acima de tudo, um desabafo.

A palavra Carimbó vem do Tupi “Curi” − que quer dizer “pau” − e “Mbó” − que por sua vez significa “oco” ou “furado”. Juntando temos a ideia de pau oco, ou, neste caso, pau que produz som. Carimbó ou Curimbó, em algumas regiões do Pará como é chamado, propriamente dito era o modo como os indígenas chamavam os tambores de diferentes dimensões dos quais baseiam o ritmo da música. A dança do carimbó possui traços indígenas (os passos monótonos dos pés e do ritmo), africanos (tornaram-no uma espécie de derivado do batuque africano) e lusitanos (dos quais contribuíram também para o ritmo, devido ao acompanhamento que faziam com o estalar dos dedos da mão). Esta dança até os dias atuais possui diversos e pequenos rituais envolvidos, desde os passos utilizados até as roupas dos dançarinos e instrumentos dos músicos.

Confesso que nada sei a respeito do grupo Os Originais do Carimbó de Marituba. Pois a verdade é que o Pará possui muitos pequenos grupos musicais voltados ao Carimbó, que geralmente tocam em datas festivas pelo interior do estado. Contudo, pouco há de incentivo a esses grupos, sobretudo, no quesito divulgação. Alguns deles conseguem gravar alguma coisa, porém, na maior parte dos casos, sempre desse jeito independente e com pouquíssimos recursos. É fato que todo paraense tem/sabe uma música de carimbó, porém sempre de modo muito incompleto a respeito de quem a fez. Por exemplo, a foto utilizada neste post, eu tive de pegar na internet e montá-la a grosso modo, mas ela não é a capa do álbum, aliás, consegui este álbum tão-somente por conta de um trabalho acadêmico do qual fiz. As letras das músicas falam da região paraense, de suas belezas naturais, de seu folclore, dos seus hábitos e do seu cotidiano. Como são voltadas ao popular e ao resgate da memória de um povo, trazem letras simples e carregadas de traços paraenses, com uma musicalidade repetitiva e pegajosa. Na verdade, se vocês prestarem atenção, uma música sempre parece iniciar com o ritmo do fim da outra.

É interessante o modo como este grupo procura não falar de Belém em si, muito embora eles pertençam à região metropolitana (Marituba é uma localidade metropolitana); eles falam das regiões do estado, como na música No Lago da Princesa: O lago da Princesa fica em uma ilha muito famosa da região do salgado paraense chamada de Ilha de Algodoal. Na música Carimbó do Apuí, o grupo fala do município de Peixe-boi, um de seus famosos igarapés chamado Apuí e em um dos pratos mais típicos do Pará, o peixe assado com açaí. É esta questão cultural algo primordial neste plebiscito que aconteceu hoje. Perguntam-me sempre se o Pará for dividido, se eu continuarei sendo paraense. A resposta é sim. Todavia, o importante é que se dividirem o estado nada mais disso que eu escrevi até aqui existirá. Se as pessoas tivessem consciência do quão a identidade cultural é essencialmente importante na vida de um povo, elas sequer pensariam em destruir isto. Eu realmente sinto vergonha de termos chegado tão longe com esta nossa RIDÍCULA política partidária da qual usou o sofrimento da população como pretexto para seus objetivos. Muito se fala a respeito do etnocentrismo dos quais os paraenses comumente são alvo. Todavia, a meu ver, esta é a maior manifestação de desrespeito à cultura paraense da qual sofremos.

P.S.: Desculpem-me pelo desabafo e pelo texto enorme.

Tracklist:
01. As Belezas do Pará
02. Os Originais do Carimbó
03. Carimbó Pau e Corda
04. Canoa Pequena
05. Meu Dendezal
06. Terra de Umari
07. Carimbó da Preguiça
08. No Lago da Princesa
09. Carimbó do Apuí
10. Festas no Interior
11. Nós Somos de Marituba
12. Pantoja do Pará
13. Carimbó do Curupira
14. Faixa sem nome
15. Eu Sou do Norte

Download: Rapidshare // Outros Links

5 Responses so far.

  1. Oliveira says:

    Gostei do seu comentário a respeito de nosso Grupo, que nasceu do esforço de gente que gosta demais da música folclórica paraense. Uma coisa eu lhe garanto: NÓS NÃO VAMOS DESISTIR!

  2. DON DON says:

    Marituba, apesar de, entrar politico e sair politico, pois nunca fazem alguma coisa para a cidade se desenvolver culturalmente, devido à tanta currupção e o prefeito nunca investir na cultura, ainda existe cultura de verdade e é importante lembrar que ainda existe o verdadeiro carimbó pau e corda, que ainda não estamos totalmente americanizados por outros tipos de influências. E os Originais do Carimbó de Marituba é a prova de que o Carimbó continua vivo.

  3. Luzenildosampaio says:

    apesar de alguns meses, mas ainda hoje quero te agradecer por falar tão bem do nosso carimbó, se quiser nos conhecer ligue:88871905.

  4. Anônimo says:

    Apagaram tudo, socooorrre

  5. Ariel C. says:

    Desculpem, mas só agora vi os comentários de vocês.

    Poxa, eu me sinto muito emocionada em saber que meu post agradou. Sério. Há sempre uma certa tensão, creio eu, quando postamos algo, pois muitos músicos não gostam e comumente nos ameaçam, e isso só se intensifica quando o material dificilmente existe na internet! E, mais que isso, fico feliz que vocês entenderam que meu objetivo era divulgar o belo trabalho de vocês. Então, assim que puder, entrarei em contato, pois gostaria muito de assistir a uma apresentação do grupo!
    -----------

    Álbum reupado. ♥

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.