sexta-feira, 23 de dezembro de 2011
Avatar

Pignes Singles #05 — Merry Christmas

2 comentários


Mensagem do Damien Willis:
Imagino quantos blogs vocês são obrigados a ler sobre o tema Natal (não queira nem saber quantas vezes a palavra se repete neste post), isso sem falar nas outras mídias e imagens idiotas que recebem via Facebook.
Mas tem quem goste, aliás, tem muita gente que gosta, apesar de boa parte não saber se reza a Jesus por milagres ou se senta no colo do Papai Noel pra pedir presente.
Eu não odeio Natal, apenas não gosto do corte de pinheiros, panetones, uva passa até na porra da salada, tia cheirando a naftalina te abraçando, orações que fazem a comida esfriar, polystation,... Enfim, é uma data bonita, não?

Então sob efeito desse clima gostosinho deixo para aqueles que realmente sabem aproveitar um Natal, homenageando o menino Jesus e reunindo a família num banquete formidável, deixo meus sinceros vomitos e essa música:

Mensagem do Pedro Henrique:
Esse ano, para alegria de alguns e ódio de outros, ingressei no line-up desse respeitável blog para disseminar as minhas próprias descobertas musicais, podendo compartilhá-las com as pouco mais de cinco mil visualizações que nos prestigiam diariamente, e posso dizer que o feedback foi muito bacana. Gostaria de, fazendo o bom moço, ao contrário do Damien que se pronunciou logo acima, desejar um Feliz Natal a todos os rappers, troos, hipsters, góticos - Ariel - e qualquer outra vertente musical que exista nesse mundão de meu Deus, e manifestar meu desejo de que em 2012 possamos continuar interagindo em prol da diversidade musical. É nóis!

----
Os outros dois colaboradores são rebeldes demais e como forma de protesto não vão mandar mensagens, irão fazer greve de fome no natal e sairão pelas ruas desenhando pirocas nas portas com guirlanda.




#01
Earl, Tyler, Hodgy - Fuck This Christmas
(21/12/2010)

Nem só de exaltação ao espírito natalino vivem os singles desse jaez: Earl Sweatshirt, Tyler the Creator e Hodgy Beats, três dos mais influentes membros do coletivo de Hip Hop OFWGKTA lançaram, sob a alcunha de "Earl, Tyler, Hodgy", no ano passado, o mal educado e politicamente incorreto single "Fuck This Christmas", cuja letra desagradou a grande parte da sociedade. A qualidade é, de certo modo, duvidosa, e está muito abaixo dos outros trabalhos dos rappers, mas, como diria Projota, serve a indicação pra não dizer que não falei do ódio.




#02
The Killers - Don't Shoot Me Santa
(27/11/2007)

Já é tradição: desde o ano de 2006, o The Killers lança, nos idos do fim do ano, um single de natal - esse ano, inclusive, incrementaram a prática lançando não somente uma faixa, mas um EP inteiro. No segundo ano em que o Natal foi agraciado pela banda, os estadunidenses nosa brindaram com a divertidíssima Don't Shoot Me Santa, que cria um diálogo entre um rapaz que não tem se comportado bem, e um papai noel que, além de não presentear o tal levado neste ano, pretende castigá-lo com tiros. Mais excelente que a faixa, somente o seu clipe.




#03
August Burns Red - God Rest You Merry, Gentlemen
(25/11/2011)

Uma das mais tradicionais canções natalinas da história da humanidade, "God Rest You Merry, Gentlemen" é da tradição inglesa, sendo sua primeira documentação datada do ano de 1833, muito embora sua autoria seja desconhecida. Desnecessário registrar, portanto, que um sem número de versões da cantiga já foi gravado. Engrossando a lista, o August Burns Red lançou, neste ano, um single com a sua visão do clássico: uma potente e intensa instrumentalização. É, provavelmente, o single mais recente dessa coletânea.




#04
Paul McCartney - Wonderful Christmastime
(16/11/1979)

Muito embora tenha uma introdução que lembra bastante a música do Chaves, a composição original "Wonderful Christmastime", de Paul McCartney, reduz a termos natalinos o enorme e inegável talento que o ex-Beatle sempre demonstrou. A faixa foi gravada durante as sessões do projeto solo McCartney II, no fim da década de 70, e é, até hoje, um dos singles natalinos mais bem sucedidos da história.





#05
The Yobs - Silent Night
(1978)

Um dos expoentes do Punk Rock inglês, que exsurgiu na década de 1970, assim como todo o movimento, o grupo The Boys se valeu de uma inversão de letras para se tornar o The Yobs e lançar um álbum natalino, denominado Christmas Album e lançado no fim de 1978. Dele saíram alguns singles, dentre os quais Silent Night, cuja singela capa ainda causa calafrios nos mais conservadores. O início da faixa, inclusive, simula um discurso dessa asquerosa figura vestida de Santa Claus. Mais polêmico que mamilos.




#06
MxPx - You're the One I Miss (This Christmas)
(2001)

Brace yourselves, Pop Punk is back! Se hoje você curte Post-HC, é muito grande a probabilidade de ter se deleitado, em sua adolescência, de bandas desse controvertido gênero. E se você já balançou o esqueleto ao som de Pop Punk, é bem provável, também, que o tenha feito com a música de MxPx. O grupo curte um Natal: em 2009, lançou o álbum Punk Rawk Christmas, com nada menos que catorze faixas exaltando a época mais alegre do ano. Oito anos antes, entretanto, a banda já havia lançado o single ao lado, que também é uma composição original.




#07
Kanye West - Christmas In Harlem
(12/2010)

Uma bonita ambientação do Natal no Harlem, com crianças e suas famílias esquecendo da pobreza e vivendo a mágica do momento. Essa foi a proposta, muito bem executada, de Kanye West, contando com a colaboração de Cam'ron, Jim Jones, Vado, Cyhi da Prince, Pusha T, Musiq Soulchild, Teyana Taylor e Big Sean. Para corroborar com a excentricidade do artista, além do grande número de artistas, a faixa conta com variado número de capas diferentes. Aqui ao lado eu coloquei a que mais me agradou, mas você pode conferir todas as outras no arquivo para download. Há, ainda, duas versões, uma mais curta e outra estendida, e você pode conferir as duas, também, no arquivo upado.




#08
220 Volt - Heavy Christmas
(??/11/84)

O single natalino da banda de Heavy Metal sueca 220 Volt talvez seja o mais headbanger de todos os singles natalinos, tipicamente uma música de Metal oitentista lançada em 84, ou seja, bem no meio do caldeirão efervescente do Heavy Metal. A banda relançou o single duas vezes e ainda fez uma segunda versão em 2009, mas o clássico de 84 é inesquecível.





#09
Cocteau Twins - Frosty The Snowman
(??/12/83)

Resenha 1
Não que eu ache que essa vibe noise/shoegaze/alternativa do Cocteau Twins seja algo que nos remeta ao nascimento de G-zus, mas que combinou muito bem essa sonoridade da banda com essa canção infantil sobre um boneco de neve, isso combinou. Mais gelado e remissivo a neve que essa música só um gélido Black Metal norueguês. Mas não seria tão natalino assim.
Resenha 2
Cocteau Twins carrega o rótulo de ter sido uma das principais bandas do Dream Pop, estilo aproximado do shoegaze carregado de melancolia e vocais etéreos.  O single de Snow conta com duas faixas natalinas, de certo modo até que alegre e com todo o feeling que só essa época do ano proporciona com seus sinos e metais.




#10
Crass - Merry Crassmass
(15/12/84)

O inesperado single natalino dos ícones do Anarcopunk é na verdade um medley bizarro e experimental de músicas natalinas usando um sintetizador. Não há letras políticas, guitarradas e baterias barulhentas, só sintetizadores. Mas sinceramente, o Crass é uma das bandas mais musicalmente imprevisíveis da história, e este single só confirmou isso.





#11
Apocalyptica - The Christmas Single
(??/12/96)

O quarteto de violoncelistas finlandeses lançou em 1996 um single natalino bem calmo e sereno, que dariam tranquilamente para serem trilha sonora da sua ceia de natal junto com sua avó de 95 anos (pelo menos talvez ela deixasse de botar aquela música da Simone pra tocar). Não tem muito a ver com o histórico 'metaleiro' dos caras, mas é bem legal pra quem curte violoncelos.






#12
Can - Silent Night / Cascade Waltz
(1976)

Provavelmente um dos singles mais antigos dessa lista, Can fora um dos maiores representantes do Krautrock e do Rock Experimental dos anos 70. O single conta com duas faixas, Cascade Waltz, uma bela música instrumental e Silent Night, a famosíssima Silent Night (também conhecida por aqui como Noite Feliz) com sua própria roupagem krautrockiana.






#13
Corey Taylor - X-M@$
(12/12/10)

Corey, mais conhecido (ou diria, muito conhecido) por ser o frontman do Slipknot e do Stone Sour resolveu gravar um single natalino, carregado de bondade, boas intenções e... opa, na verdade o single é politicamente incorreto, cheio de palavrões, uma completa critica natalina, metade spoken word, metade cantado. “There ain't nothing more depressing then a pine tree, gussied up with candie canes and balls” E bom, devo concordar.





#14
De La Soul - Millie Pulled A Pistol On Santa
(1991)

Um dos principais nomes do hip hop old school, o De la Soul é conhecido por ser um dos principais expoentes a darem abertura para o Jazz Rap e o Alternative Hip Hop. Millie Pulled A Pistol On Santa como não poderia deixar de ser pelo precedente do grupo, e pelo como o próprio nome indica, é mais uma forte critica social do trio nova iorquino.




#15
The Flaming Lips - White Christmas
(2000)

White Christmas é uma daquelas canções clássicas natalinas. De origem irlandesa de algum autor desconhecido, fora regravada muitas e muitas vezes ao longo da história. Em 2000 o Flaming Lips resolveu fazer sua própria roupagem pra música que ganhou sua versão própria com cara indie/experimental.





#16
The Ramones - I Wanna Live
(1987)

Escrever sobre Ramones é desnecessário, fora uma das maiores e mais importantes bandas do rock, a maior do punk e talvez a mais sensível desse gênero que sempre transbordou rebeldia. Joey Ramone e sua trupe deram as caras e compuseram sua própria versão dedicada ao Natal, essa dada tão importante para o mundo todo.






#17
Coldplay - Christmas Lights
(01/12/10)

Coldplay é uma das poucas bandas pra me fazer simpatizar com Natal. Ou pelo menos enquanto a música está rolando no player. O melhor desta música é que ela parece ser sincera, é original e não apenas uma regravação enfadonha ou uma nova versão só pra dizer "olha nós também fizemos uma música pro natal".
Vale a pena ouvir, mas confesso que sempre sou suspeito pra falar sobre Coldplay.






#18
John & Yoko and The Plastic Ono Band with the Harlem Community Choir - Happy Xmas (War Is Over)
(06/12/1971) (US) / (24/11/1972) (UK)

Mas nem todas as regravações são chatas e o singular casal John Lennom e Yoko Ono estão aí para provar. Com todo um clima (e título) de paz, amor e gorros vermelhos, ainda contam com vozes de crianças, oque adocica qualquer música, se tornando uma das versões mais belas para uma música tão regravada.
Fazer o que né, John é John, além de Yoko ter seus méritos também, então não dava pra esperar algo ruim.




#19
Cyndi Lauper - Early Christmas Morning
(1998)

Eu amo essa mulher e a considero a maior musa do pop 'moderno', digamos assim. De The Goonies a USA Africa, ela sempre encanta, independente de onde esteja. Mas bem, quanto ao single, Early Christmas Morning é o único single para o disco Merry Christmas...Have a Nice Life. A música também recebe coro de crianças, mas o clima natalino não apaga o brilho da cantora, muito embora não seja uma faixa que eu adore.





#20
Scott Matthew - Christmas Single
(22/11/10)

Agora mostro uma pessoa que fará seu Natal ter o mínimo de sentido. Scott Mathew conseguiu fazer uma das mais belas músicas que ouvi no ano utilizando esta comemoração/festa como tema. Na real, é de se entregar, por mais ódio que você guarde desta data. Sua voz é marcante, bela e capaz de te acalmar. Só voz, violão, e uma voz feminina ao fundo, perfumando a faixa.
Aos que não o conhecem, ou não lembram, é o mesmo que contribuiu na trilha sonora para os animes Ghost In The Shell: Stand Alone Complex e o filme-anime Cowboy Bebop: Knockin' On Heaven's Door, ambos produzidos por Yoko Kanno. A segunda faixa já puxa mais para um folk/soul e o vocal feminino é bem mais ativo. Lindo.




#21
The White Stripes - Merry Christmas From...
(??/11/02)

Saindo dessa onda 'bonitinha' entramos na singularidade barulhenta de White Stripes, que infelizmente acabou este ano lançando a desculpa de "preservar o que havia de bonito e especial na parceria". É lá um argumento muito válido, na minha opinião, parar antes que se inicie uma nova fase de discos insossos.
Este single deles é estranho. A primeira música soa bem legal, ainda possui aquela sonoridade dos discos White Blood Cells e Get Behind Me Satan, apesar de que a banda pode se orgulhar por nunca ter mudado tanto e ainda assim fazer música boa. Porém na segunda faixa é bom prestarem atenção na história.




#22
Korn - Christmas Song
(??/12/93)

Acho que usei a palavra 'estranho' cedo demais. Christmas Song não é importante por se tratar (muito mal) do natal, mas por ser um dos primeiros registros da banda, soando mega blaster punk rock — mas já apresentando aquela excentricidade — enquanto suas letras zombam do poema "A Visit from St. Nicholas" (também conhecido como "The Night Before Christmas").
Aqui não tem nada de bonitinho, a faixa é curta e não recomendo cantar para seus sobrinhos.




#23
James Chance - Christmas With Satan
(19/12/02)

O título não é apenas uma piadinha se levarmos em conta quem é James Chance (também James White) e sua importância. Saxofonista, compositor e cantor, é um 'desagradável' sobrevivente da pouco mencionada No Wave (sim, não é New Wave), cena profundamente ligada ao punk rock e a música avant-garde anti-comercial. Seu som em específico soa de várias formas, mas sempre em ligação com as influências do punk, agregando o funk e o jazz.
Por traz deste single tem uma história, mas não tenho tempo para contar. Ouçam e pesquisem.




#24
King Diamond - No Presents For Christmas
(25/12/89)

Deixei A Lenda por último de propósito. Dono de uma das mais conhecidas vozes do heavy metal e mais insanas do mundo, King Diamond é um verdadeiro Rei quando se trata de excentricidade, insanidade, ocultismo, álbuns conceituais, humor negro e heavy metal de excepcional qualidade. No Presents For Christmas não é um dos primeiros registros dele e sua banda, mas sim O primeiro de todos. Eu mesmo forço a acreditar que este seja a primeira música do projeto que leva seu nome, de tão macabro e bem construído que é. Lembro-me que ouvi pela primeira vez em fita cassete e até hoje sinto calafrios.
É duplo e a outra faixa se intitula "Charon", que traz um heavy metal com menos firulas e arrebatador.
Poucos sabem estragar um Natal como esse cara.






Desejamos a todos boas festas e esperamos que ninguém cometa suicídio por conta de nossas piadas (as piadas são mais sinceras que os votos) ou indicações.



Download (Megaupload/Mediafire)

2 Responses so far.

  1. Anonymous says:

    bom dia! também sou fã desta gata, eleita musa pop 80, cyndi também brilhou nas décadas de 90 e atual com lindas músicas e belos cd´s feliz natal para vocês deste blog. com muita paz, saúde e felicidades.

  2. boa noite! willis o blog.espacomog. está com uma enquete quei foi a musa pop80.claro que cyndi rogério chame seus membros para opinar por cyndi.

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.