sábado, 11 de fevereiro de 2012
Avatar

Pignes Singles #08

2 comentários

Opa, com um certo atraso mas cá estamos com a oitava edição do Pignes Singles, dessa vez trazendo o herói e exemplo de vida Homer Simpson.

Só queria destacar que nós combinamos que mandaríamos somente singles lançados em no máximo 2 meses, então estamos tentando sempre mandar coisa fresca, mas pode aparecer um ou outro single mais velhinho sim.


Agora vamos lá conferir os lançamentos.




#01
The Shins - Simple Song
(09/01/2012)

Com mais de uma década de carreira, o The Shins, banda americana de Indie Rock, tirou de letra a chamada crise do terceiro álbum, tendo consolidado sua carreira em cima das canções alegres e dos falsetes característicos do vocalista James Mercer. Após cinco anos sem lançar nada, anunciaram para março o novo disco, denominado Port of Morrow, que contará com Simple Song dentre suas faixas, o primeiro single do registro.

 




#02
Diagrams - Tall Buildings
(09/01/2012)

Sam Gender, que capitaneava o projeto de folk experimental denominado Tunng, abandonou o barco para se dedicar a um mundo mais, digamos, animado. Diagrams é a nova banda do músico inglês, que abraçou a Indietronic, estilo cada vez mais ascendente. Black Bird é o debut do grupo, lançado neste ano, e seu primeiro single é a dançante Tall Buildings.


 




#03
Redlight - Get Out My Head
(03/02/2012)

Parece que a nova moda é mesmo o dubstep. Na verdade, a situação é bem pior do que essa: além de o dubstep ter tomado conta de dois terços da produções dos DJs do mundo, muitos deles possuem o gênero somente no nome. Explico: a cada single lançado, a mídia, e os próprios artistas, cravam que há um flerte com o dubstep, quando, em verdade, nada de dubstep existe ali. Dubstep pra mim é James Blake, é Burial, é Mount Kimbie, e não Skrillex. Enfim, pendendo muito mais pra Skrillex do que pra Blake, o DJ inglês Redlight lançou a faixa Get Out My Head, se distanciando um pouco do UK Funky que rotulava seus trabalhos.





#04
Friendzone - Near
(04/01/2012)

A faixa Near, lançada pelo Main Attrakionz ao lado de Shady Blaze, foi produzida por Friendzone, talentoso DJ americano que tem assinado a produção dos trabalhos de muitos promissores MCs. Devido ao sucesso da faixa, o DJ acabou liberando, também, como single, uma versão instrumental do trabalho, que aqui está.



 




#05
Rusko - Somebody to Love
(23/01/2012)

Ooooh, mas que total e completa surpresa, o que temos aqui? Mais uma faixa de DUBSTEP! Eu sei, tá ficando chato, mas é bacana ver como uma nova tendência acaba inundando um mercado a ponto de ultrapassar barreiras continentais. O Dubstep cruzou o oceano, ganhou força nos states e voltou pra Europa ainda mais firme, porém bastante modificado. Rusko é mais um dos DJs ingleses a abraçar a ideia.







#06
Emeli Sandé - Next to Me
(05/02/2012)

Dona de potente voz, incontestável talento e visual bastante excêntrico, incomum ao gênero, a escocesa - outro aspecto estranho ao estilo: sua nacionalidade - Emeli Sandé despontou como grande revelação do Rn'B no ano passado, quando lançou seu debut, intitulado Our Version of Events, pela gigante Virgin Records. Next to Me é o terceiro single do disco, que já foi rotulado de Neo-Soul.







#07
Lil B - I Own Swag
(05/02/2012)

Lil B é mais um magrelo descolado, cheio de tatuagens, entusiasta de grillz, que curte fumar maconha e, ademais, adora espalhar essa informação aos quatro ventos. O tipo de cara que queria ser o Snoop Dogg mas que, como o Snoop Dogg já existe, se contenta a se achar o fodão, apenas. Porque ele é divertido? Não sei, mas é.







#08
John Legend - Tonight (Best You Ever Had) (com Ludacris)
(26/01/2012)

O John Legend é uma espécie de Seu Jorge dos Estados Unidos, só que menos malandro e com a voz um pouco mais fina. Muito talentoso e com som bastante envolvente, entretanto. Suas participações em canções alheias são sempre muito bem feitas, haja vista Gettin' Nowhere, do Magnetic Man, lançada ano passado. Tonight (Best You Ever Had) é o seu primeiro trabalho do ano, e a faixa constará da trilha sonora do filme Think Like a Man. Aqui, ele se encontra com outro rei dos featurings, Ludacris. De Justin Bieber pra John Legend é uma bela de uma evolução, não?
 




#09
The Used - I Come Alive
(17/01/2012)

Ainda existe espaço pra baluartes do Emocore? Despontando no começo da década passada, o The Used acumulou um séquito de fãs, lançou muitas e melódicas canções e, após dois álbuns, - forçando a amizade podemos incluir o Lies for the Liars no bolo - sua fase passou. Eles continuaram no mesmo estilo no quarto disco e, aos poucos, ninguém mais lembrava que eles existiam. I Come Alive é o primeiro single do álbum Vulnerable, que vai ser lançado em março. Sinceramente: eu, PH, gostei. Me lembra os velhos tempos. Quem sabe eles não voltam aos trilhos.





#10
Air – Seven Stars
(06/01/2012)

Air é um duo francês de música eletrônica voltada para o ambiente e downtempo. Em seu mais novo sublime trabalho, eles por contra própria resolveram recriar a trilha sonora do filme Le Voyage Dans La Lune de 1902, o filme mudo que é conhecido por ser a primeira obra filmada de ficção cientifica. Um maravilhoso clássico fantasioso transcrito para a genial música do Air.






#11
Bull of Heaven – Four Years Ago? Opium.
(05/01/2012)

Bull of Heaven teve suas origens como produtor de Drone, por um bom tempo passou nesse nicho sendo apenas mais um compositor medíocre. Após pouco sucesso nessa área, decidiu enveredar-se pelos caminhos do hip hop e começou a produzir batidas, e faixas de hip hop instrumental. Four Years Ago? Opium. É o trabalho de numero 288 desse produtor atípico e hiperativo, uma faixa de hip hop instrumental com doses de experimentalismo.

 




#12
Helder Filipov – Flow
(30/01/2012)

Helder é um inspirado multi-instrumentista brasileiro que atualmente reside em Joinville. Flow é sua faixa de estreia, onde desde a arte da capa, passando por todos os instrumentos, composições e vocais foram produzidos em seu estúdio caseiro. A faixa é uma intensa viagem que passeia por entre o rock alternativo e o progressivo, e nos apresenta um belo trabalho que surpreende ao saber que tudo isso fora produzido por apenas uma pessoa em um cômodo de sua casa, tamanho cuidado e requinte tomado na produção.
 




#13
Imogen Heap - Xizi She Knows
(25/01/2012)

Imogen Heap é o nome de uma das cantoras britânicas mais interessantes da cena indie-pop dos últimos tempos. Compositora que passeia desde o Piano Rock à música eletrônica passando até pela musica A Cappella tem sempre sua música carregadíssima de referências artísticas. Este ultimo single é uma belíssima homenagem a China, com um clip que integra um documentário inédito sobre a cantora que mostra sua residência no país.






#14
Pnau – Unite Us
(05/02/2012)

Pnau é um projeto australiano de Electropop formado por Nick Littlemore e Peter Mayes, que acaba de lançar seu mais recente single, Unite Us. Faixa esta que integra o último álbum do Duo, Soft Universe de 2011. A música é um típico electropop dos mais comuns, daqueles que esquentam as pistas de baladas pelo mundo e botam todo mundo pra dançar.






#15
Madonna - Give Me All Your Luvin'
(03/02/2012)

É verdade, o Damião aqui gosta bastante da Madonna, mas não foi exatamente por isto que eu trouxe ela aqui, já que é mundialmente conhecida e dou preferência aos mortais. A diva está aqui para alimentar uma polêmica que começou a rolar aí, da qual sou, digamos, testemunha auricular. Já apresentei aqui o 'brega, mas na moda' João Brasil e seu recente single 'L.O.V.E. BANANA' com a participação de Lovefoxxx (CSS). Se você não ouviu essa música, então ouça e depois volte aqui e dê play no single da Madonna... Bom, essas coisas acontecem, mas eu não me surpreenderia no caso de um plágio. Enfim, até gostei da música, mas pra quem tem 30 anos de carreira dava pra ter feito algo melhor. As delicinhas M.I.A. e Nicki Minaj ainda tentaram ajudar. O clipe é bom também.





#16
Delinquentes - Formigueiro Febril
(04/02/2012)

Delinquentes é uma veterana banda de hardcore de Belém, PA, que se utiliza das influências do thrash metal para produzir músicas de cunho crítico e levada groove.
Formigueiro Febril é o mais recente registro dos caras e nos apresenta duas músicas, onde fica claro que a banda está mais viva e criativa do que nunca.
Agora, fugindo um pouco do assunto, o lastfm está registrando a banda de forma errada, não liguem.
 




#17
Kasabian - Goodbye Kiss
(20/02/2012)

Kasabian é conhecida pela mistura entre rock, música eletrônica, psicodelia e por fazer tudo isso funcionar tão bem, tão agradável. Possuem quatro bons discos e seu último foi Velociraptor!, do qual originou-se este single.
É uma música muito gostosa, embora singular, ou seja, no ponto certo.








#18
Soulfly – World Scum
(??/01/2012)

Este single do Soulfly vem para anunciar o lançamento de seu novo disco intitulado Enslaved que está previsto para março deste ano. Após dois anos sem lançar nada, Max Cavallera e sua trupe voltam renovados, soando bem diferentes daquele new metal dos primeiros álbuns e isso foi ouvido com bons timpanos pelos bangers mais exigentes.
Independente disto World Scum está mesmo matador, puxando mais para os generos tradicionais do metal extremo e prometendo fortalecer o pescoço de muita gente.





#19
Five Finger Death Punch – Remember Everything
(??/11/2011)

Vou ser sincero, apesar de ter publicado a discografia do 5FDP aqui no blog e estar mandando este single, eu ainda não ouvi este novo disco. Estava por fora do lançamento, tanto que já fazem meses que fora lançado, então não tenho lá muita propriedade para jugá-lo, contudo meti-me justamente numa baladinha e não era o que eu queria ouvir de primeira num disco. Mas enfim, 5FDP, apesar da carreira curta sempre mandou bem nas baladas, incluindo os solos e tudo o mais. Esta aqui é boa, não chega aos pés das outras e ainda assim eu prevejo que gostarei do disco.





#20
Jack White - Love Interruption
(31/01/2012)

Assim como eu você também já sente falta do White Stripes? Bom, ao menos Jack White você poderá continuar acompanhando em sua nova fase solo, cujo nome a ser lembrado é Blunderbuss, debut que chegará em meados de abril.
Love Interruption apareceu sem avisos prévios, sem enrolação mas mesmo assim trouxe grandes espectativas pois é uma canção acústica bem cativante e conta com a participação da cantora Ruby Amanfu. Estou metendo minha mão no fogo por este disco.






2 Responses so far.

  1. Quando ouvi dizer que a Madonna tava trabalhando com o produtor de Ray Of Light achei que iria sair outra obra prima, mas essa tal de Give Me All Your Luving' foi a coisa mais decepcionante que já ouvi na minha vida. E ainda tem essa tal de Nicki Minaj pra terminar de cagar em cima da da música.
    Essa World Scum do Soufly está desgraçadamente foda!
    Love Interruption do jack White é foda, mas ta muito parecido com White Stripes pro meu gosto.

  2. Que honra estar aqui dentre os singles! Muito bom texto, fiquei muito feliz ao lê-lo. Um abraço, sucesso e vida longa ao blog!

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.