sábado, 11 de fevereiro de 2012
Avatar

Yello - Stella

0 comentários
Gênero: Electronic/ Dance/ New Wave/ Synthpop
País: Suíça
Ano: 1985

Comentário: "Bow bow, chick, chicka chickaaaaa. Bow bow, chick, chicka chickaaaa" - Já deu pra entender ou será que precisarei fazer uma resenha?

Ok, vamos fazer uma resenha: Yello pode soar desconhecido aos ouvidos de muitos, principalmente para esta parte do ocidente, mas ela tem suas glórias e, de certa maneira, faz parte da vida de cada um de nós. A dupla, suíça, se destaca por sua versatilidade no uso do eletrônico.
Com uma sonoridade que varia entre synthpop, new wave e dance, Dieter Meier e Boris Blank são conhecidos por manipularem vocais e estão muito ligados à cultura popular, tendo suas músicas emprestadas para filmes, desenhos, séries, jogos e comerciais. Enquanto Boris Blank cuida dos sons, batidas e de cada instrumento (dos quais são sempre projetados e executados por Blank, que sempre cria novos e evita reutilizá-los em trabalhos posteriores), o milionário Dieter Meier fecha com os vocais — que quase sempre recebem manipulação — e se encarrega da direção dos clipes — já que é metido a cineastra —, tornando-os um dos melhores exemplos dessa arte extremamente criativa, mas muito subestimada por quem não entende o universo eletrônico.

Stella é o quarto disco da dupla e existe um motivo todo especial para ter sido o escolhido. Antes de tudo o disco é maravilhoso e muito diversificado. É uma mistura de sons, estilos e ideais que o faz soar de clássico à futurista.
Entre algumas músicas se destaca àquela qual destacou toda a banda: Oh Yeah, música estranha e viciante que viria a ser um dos grandes temas de um dos mais saudosos filmes norte-americanos: Ferris Bueller's Day Off (Curtindo a Vida Adoidado). Além deste a música é tema do Duffman (Simpsons), O Segredo do Meu Sucesso (com Michael J. Fox no papel principal), entre outros.

Ao começar a ouvir o disco você talvez pense que Oh Yeah seja uma estranha no ninho, mas com o decorrer do disco notará que existem outras estranhezas lá e, portanto, não há motivos para discriminá-la.
Recomendo a banda para quem curte os grandes nomes do synthpop/new wave mas que está disposto a se surpreender com algum eventual ruído industrial, vocal feminino, trecho funkeado e solo de guitarra.

Site//LastFM

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.