segunda-feira, 2 de abril de 2012
Avatar

Ancient Bards - The Alliance of the Kings

3 comentários
Gênero: Symphonic / Power Metal
País: Itália
Ano: 2010

Comentário: Venho através deste post, compartilhar o mais puro Heavy Metal melódico, sendo esta banda talvez um dos maiores expoentes da nova safra desse estilo que esta meio em baixa no mundo do metal. Esse disco é o debut desse pessoal da terra do metal sinfônico, da mesma escola do grande mártir Fabio Lione, e de bandas que foram responsáveis pelo sucesso desse gênero no fim dos anos 90 e inicio dos anos 2000 como Athena, Vision Divine, Rhapsody of Fire, Labyrinth e várias outras não menos importantes. Esse estilo, que era sinônimo de metal pop, escolhidos por nerds e afins, caiu em desgraça depois da popularização do Metal mais extremo, e talvez pelo excesso de clichês e a falta de criatividade das bandas, já que é um estilo muito batido e parece as vezes que todos os tipos de inovações possíveis já foram feitos pelo Angra, Edguy e companhia limitada.

Esse cd é um trabalho muito correto, coeso, limpo, bonito,com canções longas como épicas batalhas. O instrumental é algo perfeito, o que é pré-requisito pra se fazer esse tipo de heavy metal. A guitarra tem riffs muito bonitos, solos muito rápidos, soa muito característica em suas performances, o contra-baixo é simplesmente maravilhoso, sendo o destaque na cozinha, sempre aparecendo, muitas vezes mais do que  guitarra, com arranjos surpreendentes, a bateria não tem excessos, o que é comum, sendo correta e precisa, sem abusar dos bumbos duplos e detalhes que as vezes incomodam. O teclado sempre presente, da o ar sinfônico, épico, das batalhas, da vitória, do amor, muito comum nesse estilo. O vocal é feito pela loira angelical Sara Squadrani. Não espere vocais líricos e operísticos,pois a mulher detona no mais puro estilo Fabio Lionístico, sendo impossível não a comparar com Elisa Martin, ex-vocalista do Dark Moor, por sua caracteristica vocal, e como ela conduz a banda, sem frufrus, sendo direta.

Esse trampo conta com músicas do puro creme do melodic metal, com composições que emanam ao épico, a fantasia, aos sonhos, com musicas fortes, pesadas como o prelude, que imenda na fantástica "The Birth of evil", vindo mais petardos como a melhor do álbum na minha opinião, "Only the Brave", mas não deixando as baladas épicas como  "Lode al Padre", simplesmente linda.

Trabalho ultra correto, que pode dar o sentimento de nostalgia a quem ouvia Avantasia, Angra, Rhapsody e afins lendo o encarte, traduzindo as batalhas com guerreiro matando dragões, magos, e beijando a princesa. Todos os clichês do estilo como: guitarras em solos velozes, duetos de teclados com guitarras, orquestra, corais, bumbos duplos, refrãos que colam, baladas, e letras com alto teor inspirado em Tolkien, e isso é ótimo. Para fãs de musica boa, esse cd demonstra que o Melódico não morreu, tendo muito a dar a cena, e esse disco tambem podem agradar aos pops do mainstream que curtem o black metal e death metal, esses mesmos que deram a luz ao Metal "negro", e deixaram o Melodic Heavy Metal, antes musica de piá de prédio, como verdadeiras pérolas esquecidas em meio a tanto Tr00. Obrigatório na sessão de D&D, ou no seu RPG de preferência, uma trilha perfeita pra matar o dragão e beijar a princesa.


Tracklist:
1.Prelude - (01:55)      
2.The Birth of Evil - (05:31)
3.Four Magic Elements - (04:59)
4.Only the Brave - (06:15)
5.Frozen Mind - (07:24)
6.Nightfall in Icy Forest - (01:17)
7.Lode al Padre - (06:26)      
8.Daltor the Dragonhunter - (08:42)
9.Farewell My Hero - (06:51)    
10.Faithful to Destiny - (08:45)

Download:

Megashare / Badongo / Megashares / Rapidshare / Depositfiles

3 Responses so far.

  1. Nix says:

    Ah cara, Rhapsody é minha banda preferida, mas sei lá, eu tow bem saturado de bandas iguais a ele. E é o caso dessa banda... tem toda aquela pomposidade típica. Quem sabe algum dia surge uma banda de Symphonic Power/ Neoclassical com alguma originalidade.

  2. É uma banda igual a outras mesmo do estilo, igual ao black metal, que hj é o mainstream do metal, e num tem novidade nenhuma, alias, ta dificil um gênero que inove totalmente. Tudo que deu certo uma vez, tende a ser repetido em todos os estilos

  3. Nathália says:

    Concordo com o Renato..não vi nenhuma novidade no estilo..igual a quase todas as bandas de Symphonic Power

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.