quinta-feira, 26 de abril de 2012
Avatar

Marilyn Manson - Born Villain

3 comentários
Gênero: Alternative Metal, Industrial
País: Estados Unidos
Ano: 2012

Comentário: É sempre muito difícil falar de Marilyn Manson. Amado por uns, odiado pela maioria, a banda iniciou suas atividades em 1989, durante sua carreira sofreu mudanças constantes em sua formação e lançou alguns bons discos, vide o clássico Antichrist Superstar de 1996, disco produzido por Trent Reznor (tudo que esse cara toca vira ouro). Os fãs mais xiitas certamente vão se irritar com o texto que se segue.

Fato é que nos últimos anos Marilyn Manson não tem sido feliz em seus lançamentos, havendo uma queda de qualidade significativa. Born Villain, oitavo disco de estúdio da banda, era a oportunidade de Manson voltar com tudo, mas não rolou. Marilyn Manson foi uma banda que eu ouvi bastante na minha adolescência, e vê-los voltar depois de alguns discos não muito bons era algo que eu esperava muito. The High End Of Low foi melhor do que Eat Me Drink Me e a expectativa era que Born Villain fosse melhor do que seu antecessor, o que realmente aconteceu, mas ficou a sensação de que podia ser melhor. A volta de Twiggy Ramirez, que já passou por bandas como Nine Inch Nails e A Perfect Circle, além de ter gravado as guitarras no disco de estreia de Melissa Auf Der Maur (ex-Hole e ex-Smashing Pumpkins), e ter remixado algumas faixas do Oasis, realmente fez diferença, o instrumental nesse disco está impecável.

A sensação inicial que tive ao ouvir o disco era que realmente a banda tinha reencontrado seu caminho, mas infelizmente essa sensação só durou até a quinta faixa, "Slo-Mo-Tion", que, aliás, teria funcionado melhor se fosse só instrumental. O disco abre com "Hey, Cruel World", que é uma ótima faixa de abertura, o clima da música remonta perfeitamente aos tempos áureos da banda e é talvez a melhor do disco, seguida pelo primeiro single desse novo disco "No Reflection" que tem um instrumental ótimo. A sucessão de boas músicas continua com "Pistol Whipped" e "Overneath The Path Of Misery", que foi a trilha sonora de um curta metragem intitulado Born Villain, dirigido por Shia LeBeouf (aquele cara do Transformers)  e lançado por Manson como uma espécie de trailer do novo disco. O que se ouve após a já citada "Slo-Mo-Tion" é uma repetição daquilo que já tinha sido feito em High End Of Low, mais do mesmo. O clima quebra e o disco soa completamente diferente do que estava, com algumas exceções como a excelente "Murderers Are Getting Pretier Every Day".

É interessante ver um artista que tanto cultuei em minha adolescência se recriando, ou pelo menos tentando. Born Villain é um disco que vai agradar os fãs mais recentes, mas aqueles que como eu, estão velhos e entediados, só terão alguns momentos de diversão e nada mais. Espero que os próximos discos continuem com essa melhoria gradual que vem ocorrendo. Em entrevista recente Marilyn Manson disse que esse disco seria a sua volta, bem, ele quase acertou.

Quase me esqueço, a faixa "You're So Vain" é um cover de Carly Simon e conta com a participação do ator, galã e ídolo de todo e qualquer pseudo-cult Johnny Depp.

Tracklist:
1. Hey, Cruel World
2. No Reflection
3. Pistol Whipped
4. Overneath The Path Of Misery
5. Slo-Mo-Tion
6. The Gardener
7. The Flowers Of Evil
8. Children Of Cain
9. Disengaged
10. Lay Down Your Goddamn Arms
11. Murderers Are Getting Prettier Every Day
12. Born Villain
13. Breakin The Same Old Ground
14. You're So Vain
15. No Reflection (Radio Edit)

DepositFiles // FreakShare // BayFiles // ZippyShare // Badongo // 2Shared // JumboFiles

3 Responses so far.

  1. Concordo e discordo.
    Não sei o que esperar desse cd, mas se for tão bom quanto o teaser que imita o filme The Holy Mountain do Alejandro Jodorowsky (se vocês não conhecem, procurem) mostra que não só a musica é doentia, como as fontes que ele procura inspiração tb.
    Eu gosto muito da personalidade da banda. Espero que volte a ser aquele MM de sempre.

  2. ele de cara limpa é mto melhor!

  3. Lucas says:

    Pelo álbum dá pra sentir que ele se reinventa, mas ainda é o mesmo. Esse tem muito dos álbuns antigos, mas em algumas músicas falha mesmo. Contudo achei o álbum bom, vale a pena ser ouvido

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.