sexta-feira, 15 de junho de 2012
Avatar

Evile - Discografia

3 comentários

Gênero: Thrash Metal
País: Inglaterra
Periodo de Atividade: 2004-Presente

Comentário: Evile (pronunciado "eeh-vile”) é uma banda inglesa formada pelos amigos de escola Matt Drake (vocal e guitarra) e Ben Carter (bateria), junto com Ol Drake (Guitarra), que é irmão de Matt, e Mike Alexander (baixo). A banda iniciou suas atividades em meados de 2000, e começou apenas como uma banda cover do Metallica, chamada Metal Militia. Até que em 2004, eles resolvem deixar de lado os covers, e passaram a compor suas próprias canções, mas com o compromisso de trazer o velho e saudoso Thrash Metal dos anos 80. Acho que a banda teve além de tudo coragem, porque se propor a tocar um Thrash nos moldes antigos é já de imediato se colocar em uma posição vulnerável, e se sujeitar as inevitáveis comparações com os grandes nomes do cenário, o que por se só já é uma tarefa difícil, e além de tudo, teriam de recriar essa sonoridade, que possui um padrão bem estático, sem soar superficial ou como copias baratas das bandas já consagradas. 

Então com essa audaciosa proposta, a banda vai com tudo e lança em 2007 seu primeiro álbum, intitulado “Enter the Grave”, produzido por Flemming Rasmussen, responsável, dentre outros trabalhos, por também produzir três álbuns do Metallica. O trabalho recebeu criticas positivas, e mesmo com as influencias evidentes do Metallica, Exodus, Slayer, Testament, entre outros, a banda conseguiu mostrar que tinha sua própria identidade, sendo recebida com entusiasmo por muitos, e já angariando alguns fãs nos EUA, Japão e Europa.

Já gozando de um relativo sucesso e empolgados com a boa recepção do seu primeiro trabalho, em 2009 lançam o segundo disco “Infected Nations”, dessa vez produzido por Russ Russell, que trabalhou com bandas como Napalm Death, The Exploited, Dimmu Borgir, entre outras. O álbum seguiu a mesma linha do seu anterior sem muita variação, mas mantendo a qualidade, e as influências. Então a banda sai em turnê pela Europa para promoção no novo trabalho, mas infelizmente durante a turnê, o então baixista, Mike Alexander, morre, vitima de embolia pulmonar, o que foi sem duvidas um choque para os seus membros. Mas com a agenda cheia, e o recente trabalho lançando, a banda não pode perder tempo e seguiu em frente, e colocou para comandar o baixo Joel Graham, antigo Rise to Addiction, dois meses depois da morte de Mike. Apesar da perda, a banda manteve a sua qualidade e coesão, e o novo integrante aderiu bem ao grupo.

Após dois anos de trabalho, a banda, agora já estabelecida no meio, e com um séquito números de fãs, lança mais um álbum, em 2011, intitulado “Five Serpent's Teeth”, também produzido por Russ Russell, e como era de se esperar, manteve a mesma linha dos seus anteriores. E dentre as faixas do disco encontra-se a canção “In Memoriam”, que é uma homenagem a Mike.

Como disse no inicio, a proposta da banda é ousada, mas creio que ela tem se saído bem nesses trabalhos, e apesar do padrão, que não é muito aberto a mudanças, eles tem tentado inovar, mas de maneira sutil, com alguma coisinha de Death Metal, e variações até que normais dentro do gênero. É claro que ela não agradou a todos, ainda mais aqueles que insistem em compara-los com as bandas já consagradas. E como eu já havia dito, isso é uma coisa inevitável, mas de toda forma descabida, como a maioria desses tipos de comparação entre bandas é. Porque eu posso ter uma afinidade maior pelo Metallica ou Annihilator, mais isso não invalida a importância do Megadeth no cenário musical, ou do Pantera, do Slayer, Forbidden, Exodus, Testament, ou de qualquer outro grande nome da cena. Até bandas nem tão conhecidas, desempenharam o seu papel no desenvolvimento e estabelecimento do estilo, assim, como hoje, eu penso que o Evile desempenha um papel importante, porque mesmo soando como os dinossauros do passado, e o vocalista que as vezes tem um jeito de cantar meio “Hetfieldiano”, consegue dar um cara nova ao Thrash old school, mas sem distorcê-lo ou deforma-lo, apenas dando uma polida, lustrando, revitalizando-o, mantendo a tradição, só que com sua própria identidade, subindo nas costas dos gigantes do passado, sim, mas também deixando sua marca no meio da cena Thrash.

Site || MySpace || Lastfm

Álbuns:


Álbum: Enter the Grave
Ano: 2007

Tracklist:

1.Enter the Grave - (4:30)
2.Thrasher - (3:09)
3.First Blood - (4:20)
4.Man Against Machine - (6:21)
5.Burned Alive - (5:54)
6.Killer from the Deep - (4:40)
7.We Who Are About to Die - (7:43)
8.Schizophrenia - (4:18)
9.Bathe in Blood - (6:22)
10.Armoured Assault - (5:38)

Download:
(87mb,256kbps)


Álbum: Infected Nations
Ano: 2009

Tracklist:

1.Infected Nation - (5:33)
2.Now Demolition - (5:46)
3.Nosophoros - (5:29)
4.Genocide - (7:42)
5.Plague to End All Plagues - (5:55)
6.Devoid of Thought - (5:37)
7.Time No More - (4:00)
8.Metamorphosis - (7:40)
9.Hundred Wrathful Deities - (11:41)

Download:
(94mb,256kbps)

Álbum: Five Serpent's Teeth
Ano: 2011

Tracklist:

1.Five Serpent's Teeth - (5:34)
2.In Dreams of Terror - (5:09)
3.Cult - (4:52)
4.Eternal Empire - (5:34)
5.Xaraya - (6:04)
6.Origin of Oblivion - (5:06)
7.Centurion - (5:46)
8.In Memoriam - (5:48)
9.Descent Into Madness - (4:26)
10.Long Live New Flesh - (5:17)

Download:
(124mb,320kbps)


Álbum: Skull
Ano: 2013

Tracklist:

01. Underworld
02. Skull
03. The Naked Sun
04. Head Of The Demon
05. Tomb
06. Words Of The Dead
07. Outsider
08. What You Become
09. New Truths Old Lies
10. A Sinister Call (Bonus Track)

Download:

[MEGA]

3 Responses so far.

  1. Anônimo says:

    links quebrados :c

  2. Anônimo says:

    Link off :/

  3. Link do ultimo album, Skull, tá off :/

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.