quinta-feira, 14 de junho de 2012
Avatar

The Prophecy - Discografia

3 comentários

Gênero
: Doom/Death Metal
País: Reino Unido
Ano: 1999 - Atualmente

Comentário: Sinceramente eu gostaria de saber o que tem na água de Halifax, uma cidade de 82 mil habitantes em West Yorkshire, na Inglaterra. De lá saíram bandas como, simplesmente, My Dying Bride e Paradise Lost, e mais recentemente esta que vos posto, The Prophecy. As duas primeiras são pilares do Death/Doom Metal, um dos estilos mais prolíficos do Metal dos anos 90 pra cá, e a ultima é uma das grandes bandas do estilo surgidas no início do novo milênio, mas que infelizmente não conseguiu grande visibilidade embora possua uma discografia absolutamente impecável.

Antes de começar a falar da banda, cliquem para ouvir o vídeo da música Odissey do segundo álbum dos caras, Revelations, enquanto vocês leêm o resto da resenha. Garanto que vai ser um ótimo jeito de entrar no clima e sacar o que eu quero dizer no resto da resenha.

A banda surgida em 1999 lançou somente em 2001 sua primeira demo, Her Embrace My Ruin, e no ano seguinte uma segunda demo, To End All Hope. Ambas eu não consegui encontrar, infelizmente. Mas no ano de 2003 a banda lançou seu primeiro full lenght, Ashes, um trabalho que já mostrava o que a banda viria a se tornar em todos seus álbuns até aqui. A banda mescla guitarras pesadas e graves com guturais excelentes e uma atmosfera pesada e envolvente com vocais melódicos muito bem feitos e cativantes. E isso tudo ainda complementado pelo excelente trabalho das guitarras, sempre fantásticas em todos os discos, quase tão interessantes quanto os vocais. Este primeiro trabalho apesar de excelente, ainda não era tudo que a banda poderia mostrar, e em 2007 a banda lança (5 anos depois, ô demora!) Revelations, o álbum pelo qual conheci a banda, e até hoje é um dos meus álbuns preferidos do estilo.

Revelations é um álbum fantástico, um prato cheio pra todo fã das bandas clássicas do Doom/Death mas ainda assim com uma pegada melódica única, vocais limpos maravilhosos acompanhados de guturais profundos e riffs incriveis em todas as faixas. O álbum oscila assim como seu antecessor em momentos bem cadenciados e trechos mais agitados, nada muito rápido, mas cativantes. Mas o ponto forte do disco são realmente os vocais limpos intercalados com os guturais, bem ao nível que os mestres irlandeses do Mourning Beloveth ou o Warning tornaram famosos, emocionantes, melódicos e carregados de uma energia incrível. A faixa de abertura do disco, "Odissey", ecoou durante anos (sim, anos!) na minha cabeça com seu refrão pegajoso acompanhado desse riff melódico maravilhoso. Se você fez como eu disse, clicou pra carregar o video ai do lado e está lendo isso enquanto escuta essa faixa, já está com água na boca pra baixar os discos, eu tenho certeza.

Por fim, mas não menos importante, a banda lança em 2009 seu mais recente álbum até a data, Into The Light. O disco é uma progressão natural da sonoridade da banda analisando os dois primeiros discos, é bem mais focado em faixas melódicas que em faixas pesadas. Porém, essa melodia não veio sozinha, este é também o disco mais obscuro e melancólico da banda, algumas faixas possuem somente vocais limpos mas são tão obscuras e intensas que conseguem ser mais pesadas que as faixas com guturais. É sinceramente um disco tão sensacional quanto o anterior, mas eu tenho uma paixão especial pela Odissey, não tem jeito, então ainda o coloco em segundo lugar na discografia da banda. Mas quem curtiu a vibe do Revelations vai adorar a vibe do Into The Light.

Sem mais o que lhes dizer, recomendo todos os discos a qualquer fã do estilo e bandas como Warning, Mourning Beloveth, Swallow The Sun, Daylight Dies, Before The Rain e tantas outras nessa mesma vibe. Sinceramente, um must have do fã do estilo, e infelizmente pouquissimo valorizado.



Álbuns:



Ashes

Ano: 2003

Tracklist:


1. Ashes 07:36
2. The Killing Fields 08:37  
3. The Prophecy 09:25
4. Dawn 08:09
5. Blackened Desire 04:53
6. Till Light Enshrouds 09:57

Links: Bayfiles//Crocko//Uploaded



Revelations
Ano: 
2007

Tracklist: 


1. Odyssey 07:04
2. Rivers 08:28
3. Cascades 11:03
4. Willow's Hope 06:57
5. Revelations 09:56
6. Of Darkness 10:08
7. Broken 14:00

Links: Bayfiles//Crocko//Uploaded



Into The Light 
Ano: 2009

Tracklist:

1. Into the Light 06:57
2. Delusion 04:24
3. Don't Forget 05:36
4. Echoes 09:45  
5. Belief Means Nothing 06:06
6. All Is Lost 05:10
7. Waters Deep 10:44
8. Hope 08:56

Links: Bayfiles//Crocko//Uploaded

3 Responses so far.

  1. V says:

    Eu diria que o Into the Light tem uma vibe meio Rock Progressivo. Sou só eu que vejo um quê bem grande de Pink Floyd nele?

    (Não falo pelos outros álbuns pois ainda não ouvi)

  2. Forbidden says:

    Taí algo que eu nunca tinha parado pra notar, e faz até algum sentido. Talvez isso se encaixasse nos trechos mais atmosféricos do disco, mas mesmo assim, pra mim pelo menos seria um pouquinho de forçação de barra. Mas sem dúvida ele é mais viajado que todos os outros e o motivo disso deve ser alguma influencia nesse nível.

  3. Unknown says:

    Nao da mais pra baixar, teria como reupar?

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.