sexta-feira, 13 de julho de 2012
Avatar

Al-Namrood - Kitab Al-Awthan

0 comentários
Gênero: Folk Metal / Black Metal
País: Arábia Saudita
Ano: 2012

Comentário: Depois de um tempo sem postar o glorioso black metal por alguns motivos que permeiam esse gênero, ouvi essa horda que realmente vale a pena ser compartilhada com vosotros. Trata-se de uma banda de Al-Khobar, na Arábia Saudita, formada em 2008, e com uma discografia relativamente grande, pois este disco de 2012 é seu 3º full-lenght. Wikipediando um pouco Al-Namrood significa "O Que Não Crê", e é um personagem histórico antigo que governou o mundo maliciosamente e que dizia "Eu sou o Deus de toda criação".

A banda é um power trio formado por Mephisto (guitarras, contra-baixo e percussão), Ostron (Teclados e percussão) e Mudamer (vocal), e fazem um som que se não é original, é pouco visto e feito magistralmente aqui, com todos os elementos folclóricos possíveis da região do Golfo Pérsico. Não achei referências sobre quem toca a parte de instrumentos folk que não são de percussão (alaúde, bouzouk, mizmar, entre outros), ficando a impressão de serem sampleados, mas sem tirar o brilho. O vocalista usa técnica de canto rasgado mais grave, longe de ser visceral e marcante. Aqui esta mais um dos grupos que o trio guitarra/bateria/contra-baixo são competentes, mas apenas figurantes.

O disco abre com uma música instrumental totalmente folk, "Mirath Al Shar", que já introduz o ouvinte no que está por vir e o que esperar. Seguindo vem o hit "Min Trab Al Jahel", feita pra grudar, acessível, cadenciada, com um riff característico de guitarra, faltando apenas aquela odalisca em uma dança do ventre aproveitando bem todo o instrumental folclórico dequele lugar. O peso da canção fica a cargo apenas do vocal. O álbum segue uma linearidade, até a 5ª faixa, "Al Quam, Hakem Al Huroob", que mostra a faceta mais true, com uma levada mais rápida, participação da guitarra com um riff pesado, o vocal cantado raivosamente, apenas com um teclado fazendo alguns temas árabes, mas só como arranjo, com certeza a mais pesada do trampo. "Kiram Al Mataia" é mais rápida que o de costume nesse disco, com uma bateria quebrada, com o Bouzouk ditando o ritmo e poderia facilente ser a canção que Aladin estava ouvindo quando enfiou sua adaga no bucho de Jaffar.

Esse disco é o mais acessível desta banda, e por se tratar de um povo pouco conhecido e divulgado aqui no ocidente, vale conhecer alguns intrumentos folclóricos de uma maneira prazerosa, que é em uma sinergia com o versátil Black Metal. Um cd que nos remete as areias e o calor escaldante do deserto, sem exageros. Perfeito para ir ao seu harém, pegar sua mais deliciosa Odalisca e revisar o Kama Sutra de frente e verso, e depois que tirar a areia da bunda, chamar o gênio da lâmpada e curtir as 1001 noites no seu tapete voador. Album valioso e download obrigatório.

MySpace // LastFM

Tracklist:
1.Mirath Al Shar - 02:24    
2.Min Trab Al Jahel - 06:47    
3.Hayat Al Khlood - 06:52    
4.Ashab Al Aika - 06:00    
5.Al Quam, Hakem Al Huroob - 05:26    
6.Kiram Al Mataia - 05:13    
7.Ez Al Mulook - 06:14    
8.Bani La'em - 05:18    
9.Wa Ma Kan Lil Sufha Entisar - 03:02

Download:
2shared / Depositfiles / Freakshare

 

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.