quinta-feira, 5 de julho de 2012
Avatar

Pignes Singles #17

2 comentários

A saudade dói, mas o momento do reecontro recompensa tudo: cá estamos, após algum atraso, com mais uma edição do Pignes Singles, com o tom eclético que lhe é peculiar.
Desta vez, a variedade não se revela apenas em gêneros musicais, mas também mostra o seu aspecto geográfico: trazemos lançamentos de Brasil, Estados Unidos, Holanda, Finlândia, Japão e Inglaterra. Seis países, em três continentes diferentes. É a diversidade que você tanto está acostumado a ver por aqui, leitor assíduo.
Sendo assim, sem embrenhe na continuação da postagem para se inteirar em vinte pequenas novas peças dessa máquina incessante denominada música mundial.




#01
The Gathering - Meltdown
(29/05/2012)

The Gathering surpreende por sua maravilhosa evolução, sempre com belíssimas músicas. Mesmo depois da saída de Anneke van Giersbergen, The Gathering não decepcionou com The West Pole. E o novo álbum, Disclosure, deve superar expectativas quando for lançado em setembro. Ao menos é o que se espera, ouvindo a faixa Meltdown. Com seus 8 minutos de duração, a canção coleta o melhor do Progressive-Trip-Rock que o The Gathering vem fazendo. A voz de Silje Wergeland parece ter melhorado, e caiu bem no dueto com Frank Boeijen. A estrutura da canção não poderia ser ruim: eletrônicos usados da melhor forma, guitarras e até uma pegada Jazz. Um aperetivo do álbum que certamente será um destaque em 2012.





#02
Childish Gambino - Silk Pillow (Feat. Beck)
(31/05/2012)

O sucesso do ator Donald Glover na série norte americana Community, o fez retomar seu antigo sonho de ser rapper como lançamento de seu primeiro álbum em 2011. No mês retrasado (Maio), liberou seu primeiro trabalho pós Camp, a faixa We Ain't Them; e também este segundo single, que conta a participação de Beck.




#03
Billy Talent - Viking Death March
(25/05/2012)

Depois de anunciar o início das gravações de seu quarto álbum, o grupo parece ter se esquivado do assunto; tanto que, além do fato de que não se chamará Billy Talent IV, este single é a única informação divulgada. Porém, a música não parece se distanciar tanto do último trabalho, na verdade, é extremamente semelhante. Então aos fãs de Billy Talent III, um single à la faixa escondida.




#04
Periphery - Make Total Destroy
(05/06/2012)

Um dos principais nomes do Djent, Periphery, já lançou seu segundo álbum, que talvez tenha até superado a qualidade de seu álbum de estreia, um dos melhores de 2010. Make Total Destroy é um single que faz jus ao nome: totalmente destruidor. Uma deliciosa mesclagem de peso e polimetria, com vocais rasgados e um refrão melódico, realmente similar à banda pioneira no estilo, Meshuggah. Talvez, um dos melhores hits do ano!




#05
Helder Filipov - All About Shame
(05/06/2012)

Antes de mais nada, ouçam All About Shame. É possível acreditar que tudo isso saiu de um home-studio, com todos os instrumentos, vocais e produção das mãos de um cara só? Pois é, Helder Filipov é um músico brasileiro, radicado em Joinville, que inclusive já apareceu em uma edição passada do Pignes Singles com a faixa Flow. Dessa vez seu som dá sinais de uma aproximação mais sólida com o rock progressivo, algo na linha dos mais recentes do Pain of Salvation, mas ainda com toques modernos que deixam seu som com uma cara única. Vale ressaltar que a excelente capa também é obra de Helder pra fechar o ótimo trabalho.




#06

Matchbox Twenty - She's So Mean
(12/06/2012)

Um toque "radio friendly" - mas ao mesmo tempo um pouco "clássico" - para esta edição do Pignes Singles. Matchbox Twenty ganhou renome mundial na década de 90 com o álbum Yourself or Someone Like You e suas canções agradáveis. Após um longo tempo em pausa, a banda está para lançar um álbum inédito para a felicidade dos fãs. O single She's So Mean é o mais típico pop adolescente: bom riff, bom vocal e a melodia também é digna de destaque. Aliás, digno de destaque é o clipe (e o bumbum da protagonista), bem de acordo com a canção.





#07
Kotiteollisuus - Ei Raha Oo Mun Valuuttaa
(04/06/2012)

O peculiar idioma finlandês chega a assustar quando escrito. O título desta canção não foge à regra. O que temos aqui é uma banda de Heavy Metal da Finlândia, que carrega consigo 11 álbuns lançados, 3 deles com a participação de Tuomas Holopainen, do Nightwish. A música Ei Raha Oo Mun Valuuttaa é, na verdade, um cover da banda punk Appendix. Com o Kotiteollisuus, a música ficou mais pesada, mas ainda rápida e "alegre", lembrando ligeiramente um Folk Metal.






#08
In this Moment - Blood
(12/06/2012)

Os ingredientes não estão muito fora do padrão: alternância de vocais limpos e berrados, guitarras pesadas, eletrônico estratégicos, bridges cadenciadas... Mas a nova canção de In This Moment vai além do básico do Metalcore. Começando pela voz da cantora Maria Brink, que nesta canção, explora muito bem alguns momentos agudos. Além disso, o refrão também é muito criativo e bem interpretado.




#09
Pierce the Veil - King for a Day
(05/06/2012)

Um dos principais nomes atuais do rol de bandas da Fearless Records, gravadora que mais promoveu as bandas de nosso Post-Hardcore que vemos por ali, o Pierce the Veil lançará neste ano, em julho, seu terceiro álbum de estúdio, denominado Collide with the Sky. O primeiro single do disco saiu no começo desse mês, e é a faixa King for a Day, que conta com a participação de Kellin Quinn, vocalista de outro grande nome desta cena, o Sleeping with Sirens.





#10
O Terno - 66
(05/06/2012)

A banda O Terno traz um conceito meio nostálgico, ou, para usar uma palavra que tá na moda, é vintage. Com uma roupagem afeita a músicas antigas, o grupo faz composições modernas e divertidas. Preparando o seu primeiro álbum, de nome 66, a ser lançado ainda esse mês, lançou o single homônimo, cujo clipe ganhou destaque e projetou a banda até os meandros da nova MTV: o conjunto disputa, prliminarmente, com o cantor Cícero uma vaga dentre os indicados ao VMB na categoria aposta.




#11
Frank Ocean - Pyramids
(08/06/2012)

Em seu segundo single do ano, Frank Ocean mais mostrando que seu primeiro full lenght (Nostalgia, Ultra foi considerado uma mixtape), que sai no mês que vem, Channel Orange, apresentará uma vertente bastante alternativa do R&B. A faixa Pyramids tem duração maior do que o habitual de seus trabalhos, e traz os seus característicos cantos sofridos. A novidade fica por conta do toque eletrônico da produção, assinada por Malay e pelo próprio Ocean.






#12
Oh No - 3 Dollars
(11/06/2012)

Em algumas famílias, parece ser latente o talento vindo de berço. É o caso da família de Michael Jackson. Não, não estou falando do rei do pop, embora este tenha feito sucesso com seus irmãos ainda criança, com o Jackson 5. Falo do rapper Oh No, cujo nome de batismo é o mesmo do pai do Moonwalk. Oh No é o irmão mais novo de outro rei, o do hip hop experimental: Madlib. Seguindo os passos do brother, vem lançando, desde 2004, diversos e abstratos registros de muita qualidade. Neste ano, liberou OhNoMite, registro que conta com a participação de muitos nomes consagrados desse gênero desde a sua capa. O primeiro single é 3 Dollars, que conta com a participação de outro monstro: DOOM.



#13
NOFX - My Stepdad's a Cop and My Stepmom's a Domme
(12/05/2012)

Cômicos, sujos e diretos como sempre, Fat Mike e companhia lançaram mais um de seus inúmeros singles. My Stepdad's a Cop and My Stepmom's a Domme denota a infância feliz de uma criança agraciada por duas figuras peculiares para cuidar de seu crescimento. No outro lado do 7'' vinyl, She Didn't Lose Her Baby traz um tom mais sério, e aborda a situação de uma mãe prester a lhe ter retirado o seu bebê. Tanto a face jocosa quanto a face da seriedade apresentam o formato característico da música do NOFX.






#14
The Tallest Man On Earth - 1904
(15/05/2012)

The Tallest Man On Earth é o projeto nascido das mãos de Kristian Matsson, esse que em apenas 3 full lenghts já conquistou uma grande base de fãs e admiradores de seu trabalho, além de considerado um dos mais proeminentes artistas do folk contemporâneo. Agora em 2012 nos agraciou com mais um belíssimo álbum, de extremo bom gosto. Particularmente sou bem chato e desconfiado com o gênero "folk" nos dias de hoje, não é difícil encontrar charlatões por aí, tentando passar uma profundidade tão grande quanto a de uma colher de sopa em suas músicas, mas Tallest Man é diferente, é sincero e singelo, assim como um bom folk deve ser.




#15
The Flaming Lips with Erykah Badu - The First Time I Ever Saw Your Face
(06/06/2012)

Wayne Coyne e seu Flaming Lips sempre foram loucos e polêmicos, isso não é novidade alguma. Músicas malucas e viajadas, projetos e idéias de puro experimentalismo sempre marcaram a banda, e isso não passa batido no novo disco do grupo. Em The Flaming Lips and Heady Fwends, Coyne conta com um convidado em especial a cada faixa do album, de Kesha a Yoko Ono, de Nick Cave a Chris Martin, e sem esquecer do pivô da polêmica que premiou a banda esses tempos, Erykah Badu. A faixa com sua participação é lançada como single, e Erykah topa gravar o clip da banda, um clip bizarro onde Erykah esta nua em uma banheira, que ora parece cheia de sangue, ora cheia de semen, e Erykah esta lá, peladona (com direito a close nas partes baixas) envolta de líquidos um tanto quanto estranhos. Pois bem, depois de lançado o video, a cantora pira, briga com a banda e pede a remoção de tudo quanto é canto. Enfim, infelizmente não encontrei o clip da intimista faixa, já que aparentemente foi deletado de toda a internet, mas a estranha música você pode conferir aqui.





#16
Mark Lanegan Band - Harborview Hospital
(02/04/2012)

Mark Lanegan e sua voz rouca já são figurinhas carimbadas dentre canções melancólicas e viris, daquele tipo que pede para ser apreciada com um copo de whiskey junto a uma partida de sinuca em uma espelunca qualquer. Blues Funeral seu novo álbum nos traz um dos melhores trabalhos de toda a carreira de Mark (que tem no curriculum Screaming Trees, Queens of Stone Age e associações com PJ Harvey). Dono de uma vibe soturna e melancólica como esperad, Harborview Hospital é o segundo single de Blues Funeral, uma balada com uma guitarra chorosa e fúnebre dando o tom.



#17
Beach House - Lazuli
(21/04/2012)

Confesso que ainda estou tentando encontrar o grande segredo deste álbum. Simplesmente pipocaram em tudo quanto é canto resenhas com centenas de elogios, as mais altas notas, listas o considerando um dos melhores do ano, e eu ainda não encontrei tudo isso. Mas também não posso desmerecer a qualidade do grupo, é um Dream Pop dos mais bem feitos, bonitinho e um tanto quanto gostoso e agradável de se ouvir, nisso eles acertam em cheio. Lazuli estréia como segundo single do álbum Bloom, com um clip extremamente psicodélico e cheio de efeitos especiais.






#18
Main Attrakionz - Women We Chase
(14/06/2012)

Main Attrakionz é um duo formado por MondreM.A.N. e Squadda B, que você já viu por aqui algumas vezes. A dupla chamou a atenção para seu trabalho ao rotulá-lo de Cloud Rap, por usar samples de ambient music, bem menos agressivos e agitados que os escolhidos pelos seus colegas de Hip Hop. Em 2012, já lançaram algumas faixas esparsas, em preparo para um novo full lenght. Women We Chase segue a mesma linha de coerência que o grupo vem percorrendo, sob a produção de um parceiro de longa data, o talentoso Friendzone.




#19
Jun Fukuyama -  Bamboo☆Scramble
(20/06/2012)

Confesso que não sou fã nem de Mangás nem do Pop Japonês, mas, em nome da diversidade desta seção, é bom que, de vez em quando, incluamos algum representante deste nicho. Jun Fukuyama é um dublador de sucesso, que ganha prêmios diversos por suas participações em Mangás diversos. Neste mês, gravando uma música para Shirokuma Cafe - conhecido como "Panda" em terras internacionais -, chegou a ter a faixa lançada como single, previamente ao lançamento da OST da produção.





#20
Allo Darlin' - Europe
(12/06/2012)

Advinda de Londres, a banda Allo Darlin' produz o chamado Twee Pop, estilo que une elementos alternativos a características afeitas ao mainstream, e que teve origem nas ideologias do Punk. Nesse ano, lança o segundo álbum, de nome Europe, e que vem fazendo sucesso entre seu público. Neste mês, o single de nome igual ao do disco foi lançado, como o segundo do registro, e sintetiza bem a calmaria perpassada ao longo das faixas do álbum. A qualidade é enorme, e em alguns trechos chega a lembrar monstros do estilo, como Silver Jews.




Download

2 Responses so far.

  1. Belo Singles, como sempre. Adendo:

    O Terno já ganhou a pré votação. Acabou esse dia 30; Por 55% dos votos, já está concorrendo a Aposta VMB 2012. O embed do clipe d'O Terno, 66, não está funcionando.

    Carinha que escreveu o textículo de Lazuli,achei Bloom muito bom, bem feito, Top 10. Já ouviu Teen Dream de 2010? Vale a pena, pra mim é melhor ainda que o desse ano.

    O J-Pop tem umas coisas a se aproveitar sim( não mais que o rock e o experimental, sempre fodas), assim como o K-pop (Esse BEM poucas coisas, mas tem).

    Tallest Man on Earth, melhor álbum folk de 2012.

    Não conhecia The Gathering, gostei.

  2. Forbidden says:

    Singles este não participei ( :( ) mas que ficou foda demais, só queria ressaltar que os singles do Periphery e do The Gathering são fantásticos.

    E o The Gathering que, caro Alexandre Duque, tem álbuns fodásticos na sua discografia inteira e apesar de os dois sem a Anekke serem ABSURDAMENTE fodas, o álbum Mandylion deles ainda é o meu preferido.

    Vou voltar nas próximas edições, espero manter o nivel :B

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.