domingo, 2 de dezembro de 2012
Avatar

Highschool of the Dead - OST

0 comentários
Gênero: Instrumental, Eletronic, J-Rock
País: Japão
Ano: 2010

Comentário: Quem nunca vibrou com Dragon Ball? Um amigo meu (Lima Júnior) até cantava a seguinte paródia: “Se chorei ou se sorri, o importante é que todos os episódios de Dragon Ball Z eu assisti”. Lá pelos anos 90, eu também pirava com As Guerreiras Mágicas de Rayearth! Mas aí nós crescemos e deixamos isso para trás (ou não). No meu caso, muito embora o filme da minha vida seja em desenho animado (The Nightmare Before Christmas), eu já não gosto mais de ficar assistindo esses animes ou desenhos animados. Do mesmo modo, uma pessoa mais perspicaz já teria notado que eu também não gosto de música japonesa.

- Ariel, nem Moi Dix Mois e Malice Mizer?

Não!
E é irônico que, seguindo a perspectiva de que um anime é uma série, esses dias saiu uma publicação no Yahoo News sobre séries que eram boas, mas não vingaram...

- Mas o que tudo isso tem a ver com esse post?

Highschool of The Dead (Gakuen Mokushiroku -  学園黙示) foi um mangá escrito por Satou Daisuke, desenhado por Satou Shouji e que começou a ser publicado em 2006 pela revista Dragon Age. Em 2010, veio o anime produzido pela Madhouse, a qual lançou 12 episódios na primeira e única temporada exibida. A animação conta a história de um grupo de estudantes junto a uma enfermeira que tentam sobreviver a um apocalipse zumbi, este iniciado na clássica forma de “um belo dia, quando ninguém sequer podia imaginar, alguém aparece e morde outra pessoa; e assim todos viram zumbis!”. No Brasil, este anime se restringiu ao mundo otaku, haja vista que até a dublagem de alguns episódios foi feita de maneira bem amadora. Em 2011 e este ano ainda houve cogitações sobre a segunda temporada, mas nada foi confirmado, propagando ainda mais a desesperança entre os fãs. Sendo assim, o status da série é “em hiato/sem perspectiva de voltar”. Uma pena!

A trilha sonora fora lançada em dois discos distintos: o primeiro (ED Álbum H.O.T.D.) contento apenas as músicas de encerramento, totalizando 12 faixas (uma para cada episódio) das quais são cantadas por Kurosaki Maon; e o segundo (Highschool of the Dead OST) com as músicas estruturais (digo “estruturais” como músicas predominantemente instrumentais que, geralmente, baseiam e tonalizam a atmosfera da cena e que até me atrevo a descrever como "Dark Ambient") do anime, possuindo 25 faixas que foram compostas por Wada Takafumi; sendo ambos os álbuns lançados no mesmo ano (2010). Além desses, também fora lançado em 2010, um single da música de abertura, “HIGHSCHOOL OF THE DEAD” composta/tocada por Kishida Kyōdan & The Akeboshi Rockets, com outras versões.

Particularmente, eu não sei dizer o porquê de gostar deste anime. Talvez seja por conta dos zumbis ou ainda, quem sabe, por conta de querer muito um Hirano (daquele jeito mesmo: gordinho, nerd e fascinado por armas de fogo) só para mim!


ED Album (Kurosaki Maon - 2010)

Tracklist:
01. 君と太陽が死んだ日
02. Color Me Dark
03. Return to Destiny
04. Cold Bullet Blues
05. Memories of Days Gone By
06. Under The Honey Shine
07. Fuss Fuzz
08. The Place of Hope
09. 宝石のスパイ
10. The Last Pain
11. Hollow Men
12. The Eternal Song

Download: Rapidshare // Outros Links


Original Soundtrack (2010)

Tracklist:
01. HIGHSCHOOL OF THE DEAD (TV size)
02. Kodou
03. Jigoku no Kizashi
04. Osotte Kuru Yatsura
05. Geigeki
06. Akai Yami
07. Tsuigeki
08. Arisu no Kanashimi
09. Shinobi Yoru Yatsura
10. Nakama no Shi
11. Tsuya Musume Tachi
12. Takagi-ka no Shusujin
13. Chinkonka
14. Mujaki na Jikan
15. Bukimi na Yatsura
16. Takashi no Omoide
17. Murasaki Fuji no Takurami
18. Miracle Brain
19. Gyakushuu
20. Saeko no Yami
21. Onna no Kinji
22. Saeko Kenzan
23. Last Battle
24. Kimi to Taiyou ga Shinda Hi (short ver.)
25. O, Spirit

Download: Rapidshare // Outros Links

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.