quarta-feira, 5 de dezembro de 2012
Avatar

Nightmare - Killer Show

1 comentários

Gênero
: J-Rock/Alternative Rock/Visual Kei
País: Japão (dã)
Ano: 2008

Comentário: Se tem duas coisas que fizeram o Japão virar um dos polos culturais mundiais nas últimas décadas, mesmo sem ter o mesmo apelo midiático que tem os EUA, essas são: os animes/mangás e o J-Rock. E ambos sempre conviveram juntos, seja nas sempre sensacionais aberturas e encerramentos, escolhidos cuidadosamente, ou pelas OST's inspiradíssimas. Desde aberturas neoclássicas como a de Elfen Lied à abertura espalhafatosamente cheia de sintetizadores de Evangelion, as músicas tema dos animes japoneses quase sempre são as maiores marcas registradas dos mesmos, e o que mais gruda na nossa mente após assistir a um inteiro (que brasileiro com 20 e poucos anos não sabe cantar: "Chalá! Head Chalá, não importa o que aconteça, sempre tenho a força e o poder!" ? Então.

Pois bem, conheci Nightmare vendo Claymore, um excelente anime. A faixa Raison D'Etre, presente neste álbum, era justamente a abertura do Claymore, e o baixo da introdução da música grudou na minha mente por semanas enquanto eu assistia o anime. A banda certamente deve ter ficado bem mais conhecida por ter também feito a abertura do Death Note, porém eu vi Claymore primeiro (os otacos que me desculpem, mas Death Note é mainstream demais pra mim*). Porém eu não dava muita confiança pra banda, meu passado em tentar achar bandas boas através de boas aberturas de animes acabou quase sempre encontrando várias "bandas de um sucesso só". Mas eu estava enganado, e perdendo tempo. Nightmare é uma das mais legais bandas do J-Rock que eu tive oportunidade de ouvir, pra não dizer do Visual Kei.

A banda surgiu na cidade de Sendai, em 2000, e faz um razoável sucesso no Japão, especialmente dentro do meio do Visual Kei e muito devido às participações nos animes. Devo ressaltar que apesar do rótulo Visual Kei, a banda se assemelha pouco, não só musicalmente como estéticamente, a bandas como Malice Mizer, The GazzetE ou o Dir En Grey antigo. A sonoridade do grupo é bastante linear e ocidental, em comparação a essas bandas, o uso de sintetizadores é bastante discreto e as experimentações da banda consistem em no máximo uma incursão de estilos diferentes aqui e acolá (e que nem sempre dão certo, francamente achei um dos pontos mais fracos, ainda bem que só em uma ou duas faixas no máximo isso acontece com evidência). No geral o som lembra um Alternative Rock um pouquinho mais denso, não necessariamente pesado, com bastante feeling, especialmente pelos vocais de Yomi, que são excelentes, e o instrumental extremamente harmônico, com todos os instrumentos incrivelmente balanceados, ao contrário do que eu previa quando só conhecia a Raison D'Etre, que tinha aquele baixo jogado na cara. Existem ainda várias baladinhas e músicas mais cadenciadas, todas excelentes que entregam exatamente o que se espera das baladinhas de J-Rock.

Resumindo: Nightmare é uma excelente banda de J-Rock, e quem curte anime vai adorar ouvir o álbum que contém uma das mais bem escolhidas aberturas de animes de ultimamente. Além disso, fãs de J-Rock em geral também devem se agradar bastante com a musicalidade "controlada" do Nightmare, sem aquelas viagens psicodélicas que o Visual Kei normalmente traz. 



Tracklist:

1. "Pandora (パンドラ)"
2. "Dirty"
3. "the Last Show"
4. "TrickStar"
5. "Mebius no Yūtsu (メビウスの憂鬱)"
6. "Konoha (このは)"
7. "Raison d'être (レゾンデートル)"
8. "Worst"
9. "Gianism Hachi (ジャイアニズム罰)"
10. "General (ジェネラル)"
11. "White Room"
12. "Cloudy dayz"
13. "Yasō Kyoku (夜想曲)"


Download:

Turbobit//Load//Gamefront//Ziddu





*isso foi uma piada, favor não pentelhar.

One Response so far.

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.