terça-feira, 12 de fevereiro de 2013
Avatar

L'Âme Immortelle - Auf Deinen Schwingen

0 comentários
Gênero: Gothic Metal, Electronic
País: Áustria
Ano: 2006

Comentário: L’Âme Immortelle é o tipo de banda que não precisaria vir com comentário, penso eu.  Todo mundo a conhece e já tem sua "opinião formada". É a famosa mainstream do underground e divisora da tênue linha entre as massas de fãs e haters. Eu podia até jurar que, em algum momento no blog, ela teve uma discografia postada. Todavia, penso que nessas nossas duas grandes quedas, qualquer registro deva ter se perdido. Então, posto cá essa pérola* que é a banda e o álbum em questão.

Provinda de terras austríacas e cujo nome vem do francês “a alma imortal”, L’Âme Immortelle foi formada em 1996, por Thomas Rainer, Sonja Kraushofer e Hannes Medwenitsch – este, apesar de ter saído apenas em 2002, poucas pessoas conhecem. Eis uma foto da formação original de L’Âme Immortelle: aqui. No mesmo ano (2002), o guitarrista e cosplay do Robert Smith Ashley Dayour entrou no lugar de Hannes.

Muito embora eu não tenha escutado todos os álbuns, esta banda mudou muito a sonoridade de suas músicas. Quem escuta o primeiro álbum ("Lieder Die Wie Wunden Bluten", 1997), por exemplo, nunca diria que é a mesma banda do “Auf Deinen Schwingen”! As primeiras músicas nitidamente sofreram uma influência pós-80’s e possuem uma levada mais Darkwave; até a batida da introdução da música Winter Of My Soul me lembra um Industrial/EBM Old School.

Há quem diga que L’Âme Immortelle é Gothic Rock, outros que é Metal Industrial e, mais uns loucos, que é Electrogoth. Para mim, é uma banda volátil da qual posso encontrar essas vertentes nas músicas e não na banda em si. Então, se é para definir um gênero  (caso isso fosse possível) para Auf Deinen Schwingen que seja Gothic Metal Eletrônico!

Auf Deinen Schwingen é a reunião dos clichês de um universo trevoso: letras sobre anjos, frio, solidão, noites, amor não correspondido, trevas, fotografia cinzenta, abandono, "morte". Vocais femininos agudos e delicados (ou não) que contrastam com os vocais imponentes masculinos. Uma vocalista pálida, ruiva, "princesa" e frágil; um vocalista que tenta fazer cara de mal! Uma coisa grudenta com uma puta capa linda... L’Âme Immortelle foi o “Gothic Metal” dos meus dias cinzentos na adolescência!

Myspace | Site Oficial | Last.fm

Tracklist:
01. Auf Deinen Schwingen
02. Herzschlag
03. Du Siehst Mich Nicht
04. Nur Du
05. Phoenix
06. Destiny
07. Somestimes Love is not Enough
08. Run Away
09. Wohin
10. In dein Leben
11. Last Will
12. Der Letzte Akt
13. Bis Ans Ende der Zeit (Bonustrack)
14. Dying Day (Bonustrack)
15. Dein Herz

Download (320kbps): Mega | Outros Links

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.