sexta-feira, 17 de maio de 2013
Avatar

Kadavar - Abra Kadavar

7 comentários
Gênero: Stoner rock / Rock Psicodélico
País: Alemanha
Ano: 2013

Comentário: Quem ouve desavisado o novo disco da banda Kadavar pode achar que se trata de algum disco perdido do início dos anos 70. No fundo, ele não estaria errado. Os caras fazem um som diretamente influenciado pelo hard rock e o psicodelismo daquela época. Black Sabbath logo vem a mente. Uma audição mais atenta, porém pode logo perceber que não se deve exagerar tanto. Existe uma forte adequação ao que chamamos hoje de stoner e alguns lugares comuns do rock "pesado" atual são perceptíveis.

É uma espécie de Kyuss fundido com Black Sabbath com uma produção bem limpa, sem muito peso direto nas guitarras. É interessante o suficiente para garantir que não seja apenas uma cópia de outros. Soa bem como revival.

A guitarra sola bem, não muito distorcida. O baixo e o batera vão com sede ao pote. O som parece uma máquina de engrenagem a todo vapor. É uma tijolada. Eu, particularmente, gosto bastante. Acho os caras talentosos e bem preparados no som deles. Não revitalizam um gênero do passado mas dão um belo exemplo. Só que é ai que está o problema. Esse disco tem razão de existir? Seria ele bom? Fico pensando nisso bastante.

Por um lado, os caras são talentosos. Provavelmente estão fazendo música que gostam. O gênero, apesar de antigo, tem muitos amantes. Eles não são completamente viuvos, tendo, como eu disse, influências de coisas novas, mas relativamente discretas.

Por outro, música e arte, na minha opinião, tem de ter uma correlação com o momento histórico delas. Não digo que todo mundo precisa ser de vanguarda e inovador, mas pelo menos é necessário dialogar com os problemas e ânsias sonoras da sua geração. Não dá pra fingir que nada está acontecendo a sua volta. Quem tinha que fazer o som que eles estão fazendo hoje, uns podem dizer, já fez.

No fim, não sei ao certo que lado é o correto. Acho que não posso dar tanto crédito ao disco quando existem muitas bandas tentando quebrar convenções ou entender melhor novos sons. Eles já estão trabalhando em cima de uma receita de bolo bem estabelecida. Não tem muito erro. Mas será que isso faz deles menos capazes ou importantes do que o pessoal mais em termos com a sua própria época?

Acho que cabe a vocês descobrir.




Tracklist:

1. Come Back Life - 5:02
2. Doomsday Machine - 4:47
3. Eye of the Storm - 6:04
4. Black Snake - 4:24
5. Dust - 4:12
6. Fire - 5:18
7. Liquid Dream - 4:12
8. Rhythm for Endless Minds - 4:16
9. Abra Kadabra - 3:02
10. The Man I Shot - 7:04

Download: MEGA Mirror Creator

7 Responses so far.

  1. Gostei muito da resenha e da banda, que eu não conhecia. Obrigado pela dica.

  2. Nathália says:

    Gostei do som

  3. Unknown says:

    Sonzera. Acho que não dialogam com essa geração, mas existem outras gerações que querem bater um papo kkkk

  4. Unknown says:

    Sonzera. Acho que não dialogam com essa geração, mas existem outras gerações que querem bater um papo kkkk

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.