quarta-feira, 15 de maio de 2013
Avatar

The Drones - I See Seaweed

0 comentários
Gênero: Punk Blues / Alternative Rock / Garage Rock
País: Austrália
Ano: 2013

Comentário: Fim de expediente. Chega cansado do trabalho, mas mesmo assim tem que estudar religiosamente trancado em seu quarto, pra evoluir na vida. Basta de estudar por hoje, hora de dar uma lida em algumas resenhas gringas de lançamentos. Tem sido um bom ano pra música. Parceria do Aesop Rock com Kimya Dawson? Sounds great... vamos procurar na locadora do Paulo Coelho. "The Drones"... Nunca ouvi falar... já ouvi um discaço de Drone esse ano, o The Haxan Cloak. A resenha até que tá dando moral. Bom, vou baixar.
As semanas passam. As jornadas das 8h às 17h consomem os dias como as nuvens de gafanhotos que assolaram o Egito naquelas épocas longínquas. Arranja uns serviços extraordinários além da jornada habitual pra ganhar uma grana a mais. Pequenos prazeres, como deitar e ouvir um disco novo, analisando-o, no headphone passam a ser cada vez mais raros. Chega de estudar por hoje... Nossa, há quanto tempo que eu não entro no TheNeedleDrop. Vamos ver o que Mr. Fantano tem ouvido... Loved List, geralmente gosto dos discos que ele gosta... "The Drones"? Já ouvi falar dessa banda... Pqp, já baixei, preciso ouvir. To com um pouco de sono, mas acho que vale a pena, faz tanto tempo que não paro pra ouvir nada... um Dark Ambient antes de uma noite de bom sono não pode fazer mal.
Primeira faixa. I See Seaweed, igual ao título. Peraí, isso não tem nada de Drone... isso aí é um Indie Rock meio gritado, meio lamentado. Pausa. Pesquisa sobre o artista. Banda australiana que já tinha três álbuns antes deste, com um público fiel relativamente volumoso. Se sente ignorante. Logo ele que se vangloria por conhecer praticamente tudo no que diz respeito a música. Volta pro registro. Despausa.
Começa a ouvir sem pretensão, afinal já não era o que pensava inicialmente. A letra conta uma história. Bacana, gosta disso numa música. Uma história um tanto quanto sombria, aliás. Melhor ainda. O que era uma audição despretensiosa vai semeando um interesse crescente a cada termo incomum utilizado na música, em contraponto a um mundo de composições fracas, como tem sido atualmente. "Caralho, que letra é essa?!" - e a surpresa se instala. Acaba a primeira faixa. Um pequeno baque.
How to See Through Fog é a seguinte. Parece um pouco mais tradicional, digamos. Mais calma, com certeza, sem a interpretação quase teatral que o vocalista brilhantemente outorgou à primeira faixa. Verifica se é tão longa quanto à outra... não, só quatro minutos. Ainda assim uma boa faixa. A expectativa aumentou um pouco.
They'll Kill You. Título forte, tanto quanto a faixa em si. A intensidade está de volta. Novamente: que letra. Que experiência. Uma atmosfera sombria envolvendo um contexto emotivo. Já não consegue mais se desprender do disco. Uma situação quase física. Quando perpassa as demais faixas, ao final de Why Write a Letter That You'll Never Send?, talvez a melhor do disco, já não tem mais sono. Já deseja ouvir o álbum inteiro novamente. Tem a sensação de que o álbum será injustiçado nas lista de melhores do ano lá em dezembro.
Os dias passam. O álbum agora o acompanha em seu dia a dia. Ouve pelo menos cinco de suas faixas durante o expediente, todo dia, quando dá uma folga. Passa a acompanhá-lo nas corridas diárias, hábito que passou a cultivar. Decide que vai escrever sobre o disco. Está mentalmente esgotado, e parte da culpa é do próprio disco, que exige muito de ouvidos já desacostumados com conteúdo que seja ao mesmo tempo psicodélico, sombrio e emotivo. Abre o rascunho da postagem, começa um parágrafo convencional umas duas, três vezes. Não consegue, desiste. Tenta fazer algo diferente. Deve ser a inspiração da originalidade do trabalho. Obrigado, The Drones.




Tracklist:
  1. "I See Seaweed" - 8:34
  2. "How to See Through Fog" - 4:12
  3. "They'll Kill You" - 6:05
  4. "A Moat You Can Stand In" - 4:22
  5. "Nine Eyes" - 7:12
  6. "The Grey Leader" - 6:15
  7. "Laika" - 6:20
  8. "Why Write a Letter That You'll Never Send" - 9:17 

 

Download:

MEGA

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.