sexta-feira, 7 de junho de 2013
Avatar

Children of Bodom - Halo of Blood

1 comentários
Gênero: Melodic Death Metal
País: Finlândia
Ano: 2013

Comentário: Tenho uma lista imensa de bandas que eu ouvia quando era mais jovem, e sempre que sai um album novo, mesmo eu sabendo que não vou gostar, que o trabalho vai ser ruim e ficar aquém daquilo que eu ouvia no princípio, eu ouço pra poder criticar e ver qual é o buraco que o grupo esta se metendo. Tendo em vista os últimos três discos anteriores a esse, eu tinha certeza do que eu ouviria, mas foi ai que eu me enganei redondamente.

Como todos estamos carecas de saber, CoB foi formado em 1997 e seus integrantes são popstars na Finlândia, sendo ícones da cena, tanto pela carreira pioneira e muito influente no gênero, quanto pelas participações dos integrantes em bandas famosas como Sinergy, Impaled Nazarene, Evemaster, entre outras. Com as mesma formação desde o inicio, com exceção Roope Latvala, que assumiu a guitarra base após a saída Alexander Kuoppala em 2003, o resto do time é composto por Henkka T. Blacksmith no contra-baixo, Jaska W. Raatikainen na bateria, Janne Warman nos teclados e Alexi "Wildchild" Laiho, na guitarra solo e vocais, muito famoso tanto pela qualidade musical inegável, quanto pela vida pessoal, como seu relacionamento com a multibandas Kimberly Goss e uma tentativa de suicídio frustrada com a ingestão de pilulas para dormir.

Pra relembrar, o nome do grupo vem de um assassinato ocorrido no Lago Bodom em 1960, quando 4 adolescentes foram acampar no lago e três deles foram assassinados com facadas no meio da noite, sobrevivendo apenas Nils Gustaffson, que ficou perturbado e foi internado em um manicômio. Ele afirmava ter visto o Grim Reaper (personificação da morte, com capuz e foice, mascote da banda, presente em todos os discos da mesma). Em 2004 Gustaffson foi preso por ter confessado o crime, mas foi absolvido devido a falta de provas, e pelo seu histórico psiquiatrico e o caso até hoje permanece sem solução.

Sem mais bla bla bla, vamos ao que interessa. Como já disse anteriormente, esse release esta muito bom, me remeteu aos tempos de Follow the Reaper e Hate Crew Deathroll. Começando com a arte da capa, a produção, a mixagem, tudo impecável. O inicio do disco já é avassalador com a matadora "Waste of Skin". Ao ouvir essa canção eu pensei: Fudeu, os caras voltaram. Todos músicos nas pontas dos cascos trazendo toda a essência da banda de volta, com tudo aquilo que nem o mais otimista dos fãs poderia esperar. Riffs espetaculares, um vocal nervoso, aqueles ataques de teclado peculiares e solos maravilhosos. Já poderia abandonar a audição por aqui, talvez por estar satisfeito, ou por ter medo do que viria posteriormente. "Transference" foi a faixa que ganhou um videoclipe e tem uma pegada mais "fase chata", mais modernosa, pragmática, sem o punch, com um refrão nada convincente, escolheram errado em que investir na minha opinião. Outras músicas fodas são "The Day are Numbered", muito poderosa e direta, além de "Damage Beyond Repair", com uma toada mais thrashera, mais cadenciada, sem perder os arranjos e as firulas de sempre, e com um refrão muito legal. Nesse disco vem como bônus dois covers, "Crazy Nights" da banda japonesa Loudness, a primeira nipônica de heavy metal a entrar na Bilboard, e "Sleeping in my Car" do Roxette, ambas muito bem executadas, com versões legais e muito inteligentes. Essa parte dos covers, sempre haverá criticas, e eu entendo, pois os caras já mandaram um cover da Britney Spears, além de outras bizarrices como uma música do Eddie Murphy.

Mesmo com algumas passagens que nos remete a fase mais recente, o disco tem momentos de ouro, trazendo de volta todos os elementos que me fazia gostar, e despertando uma nostalgia que sinceramente eu não esperava sentir de novo em algumas bandas, e tomara que assim como CoB, eu seja sempre surpreendido por tudo aquilo que eu costumava ouvir e cultuar, e que hoje soa como paródia deles mesmos. Dê uma chance a esse disco, você vai se surpreender e ver que além de Children of Bodom, muita coisa mesmo que adormecido, tem o potencial pra voltar as raízes, esse é o caso aqui, baixe e surpreenda-se!

LastFM / Myspace

Tracklist:
1.Waste of Skin - 04:17    
2.Halo of Blood - 03:13    
3.Scream for Silence - 04:10    
4.Transference - 03:58    
5.Bodom Blue Moon (The Second Coming) - 04:14    
6.The Days Are Numbered - 03:41    
7.Dead Man’s Hand on You - 04:58    
8.Damage Beyond Repair - 04:21    
9.All Twisted - 04:52    
10.One Bottle and a Knee Deep - 04:02
11. Crazy Nights (Loudness Cover) Bônus Track - 04:25
12. Sleeping In My Car (Roxette Cover) Bônus Track - 03:19

Download:
Mega / Rapidshare / Zippyshare / Cloudzer

One Response so far.

  1. Cara, tive a mesma sensação quando ouvi. Pra mim, os dois albuns anteriores a esse eram UM SACO. Tinha até desestido de ouvir CoB. Mas dei uma chance e...não me arrependi!!!

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.