domingo, 25 de agosto de 2013
Avatar

Los Planetas - Una semana en el motor de un autobús

0 comentários


Gênero: Indie Rock
País: Espanha
Ano: 1998

ComentárioLos Planetas é um grupo de rock Espanhol, formado em Granada. Normalmente esta informação seria muito pertinente, mas para Los Planetas, a região da Espanha não tem tanta diferença. Afinal, indie-rock não é lá um estilo musical de algum parte das terras ibéricas. Tão pouco as letras do grupo abordam a vida em uma região em específico. O grupo, que canta em castelhano, é um pouco universal.


Claro, o castelhano é, como eles mesmos dizem, uma lengua rara. As vezes falada numa velocidade assombrosa, nesse disco o dialeto dos hispano-falantes é dos mais arrastados. J, vocalista da banda, canta quase como se falasse, sem o mínimo pingo de entusiasmo, alheio ao desenvolvimento sonoro que ocorre ao seu redor. E esse é um dos charmes do álbum. Seu vocal mantém-se impassível, uma constante entre as músicas.

Pra ser bem sincero, não é como se o resto do disco fosse dos mais animados. Com exceção de algumas poucas faixas, as guitarras, bateria e baixo seguem aquele caminho comum, ligeiramente interessado do indie noise, se é que esse gênero existe. O que faz você se perguntar: Porque diabos esse álbum é interessante então, com exceção dessas poucas músicas?

Ainda que eu pudesse dizer que músicas como Cumpleaños Total e Segundo Premio sozinhas já valem o disco, vou tentar justificar tudo. Antes de tudo, as letras do disco são fator bem importante. Melancólicas, nostálgicas e um pouco depressivas, falam muito do passado. Do passado que se foi, que não aproveitamos ao máximo, que poderia ter sido melhor. Poderia é uma bela palavra pra definir tudo do disco. As coisas poderiam ter sido diferentes.

Mas não foram. E Los Planetas não são de reclamar disso. A nostalgia do disco não é daquelas pedantes. Não é um choro de um velho homem, que já não mais vê escapatória pra vida. Una semana en el motor de un autobus é mais uma reminiscência. Aqueles jovens viveram certas coisas e sabem que elas se foram. Sabem que fizeram muitas burradas, que muitas coisas vão ficar mal resolvidas e que isso faz parte da vida.

É como muitos dizem, pra ir para frente muitas vezes temos de olhar para trás. E o disco funciona assim. Na primeira metade, as músicas são claramente mais devagar, insinuando um pouco de tristeza, como alguém que não aprendeu a lidar com esse passado. Mas conforme o disco vai passando, o tom muda.

Agora, as músicas são mais rápidas, as guitarras mais animadas, a bateria mais marcante e os efeitos e distorções mais presentes e interessantes. O trabalho começa a crescer em escala, acompanhando a mudança de tom das próprias letras. É uma mudança interessante e que reforça o conceito do disco.

USEEMDUA (eita acrônimo difícil) é um disco interessante. Talvez não seja dos maiores discos de rock alternativo das últimas décadas, mas é um grande trabalho em Espanhol. Além disso, algumas de suas músicas são realmente fantásticas, o que já tira ele do lugar comum. É um disco ótimo para quem quer conhecer um pouco mais dos outros países e pra que já está cansado de ouvir algo indie com o mesmo tipo de vocalista. 



Tracklist:
01. Segundo prêmio - 5:31
02. Desaparecer - 4:03
03. La playa - 4:01
04. Parte de lo que me debes - 5:36
05. Un mundo de gente incompleta - 4:44
06. Ciencia ficción - 2:41
07. Montañas de basura - 3:46
08. Cumpleaños total - 3:07
09. Laboratorio mágico - 3:55
10. Toxiscosmos - 7:41
11. Linea 1 - 4:13
12. La copa de Europa

Download: MEGA


Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.