quinta-feira, 26 de setembro de 2013
Avatar

In Extremo - Kunstraub

2 comentários
Gênero: Folk / Medieval Metal
País: Alemanha
Ano: 2013

Comentário: Sempre que In Extremo tem um lançamento, eu aguardo ansiosamente com um medo enorme de me decepcionar, como já ocorreu em algumas vezes nesse período que eu conheço o grupo, mas já que eu estou postando aqui, da pra imaginar o que eu achei do novo album. Nascida em Berlin, no ano de 1995, essa banda tem uma carreira mais do que sólida e influente na cena, sendo presença constante em festivais de metal mundo afora. Nesse 10º full-lenght, após um ótimo antecessor, o conjunto trás um trabalho abarrotado de canções candidatas a hits.

Com uma formação já consolidada desde 2000, havendo apenas a saída do baterista Der Morgenstern em 2010, o time tem em seu lineup: Specki T.D.na bateria; Sebastian "Der Lange" van Lange na guitarra; Die Lutter no contrabaixo; Yellow Pfeiffer na gaita de fole, nyckelharpa e shawm; Flex der Biegsame na gaita de fole, shawm e hurdy gurdy; Andre "Dr. Pymonte" Strugala  na gaita de fole, harpa e shawm; e o frontman Das Letzte Einhorn, que além dos vocais, toca gaita de fole e cister. (os instrumentos que eu não sei a tradução, ou não conheço e não são convencionais, eu linkei as imagens nas palavras para uma melhor expressão).

Já calejados e com o feeling mais que apurado, falar da limpeza e da perfeição da produção/mixagem seria "chover no molhado". Lançado pela Vertigo Berlin, esse disco tem tudo que um fã do gênero espera. Sem a famosa introdução (que em 98% das vezes é dispensável) o disco começa com uma canção fantástica e cheia de alternativas, com um refrão muito cativante. O primeiro single do release, "Feuertaufe", saiu com um clipe bem feito e abusa de todos os elementos que tornaram a banda famosa, com uma toada bem pop, e tudo que funciona ainda mais ao vivo, teminhas em gaita de fole e uma ritimica cadenciada, é a que parece ser o carro chefe da tour. A faixa que da nome ao disco é outra que merece destaque da minha parte, aqui a banda usa um pouco mais de peso, com um riff mais heavy metal, usam os instrumentos eruditos apenas nos refrões, focando principalmente na tríade Baixo, guitarra, batera.

Um disco realmente bem feito, mais puxado pro lado comercial, e não vejo problema nisso, a banda parece que tem um poder de fazer hits e permear o disco de canções de fácil apelo e grudentas. Com umas 3 ou 4 canções que são candidatas a permanecer no setlist das turnês futuras, esse trabalho me deixa feliz por nos brindar com tudo que um fã do conjunto espera. Um cd muito previsível e de fácil digestão, isso é o ponto altíssimo dessa banda que em 18 anos de carreira errou muito pouco, e penso eu, que esse trampo seja mais um acerto em cheio. Um disco com a identidade, o cheiro e o brilhantismo da carreira do In Extremo. Download imprescindível e mais um grande lançamento de 2013.

Facebook / Myspace

Tracklist:
1.Der die Sonne schlafen schickt - 03:56    
2.Wege ohne Namen - 04:21    
3.Lebemann - 03:21    
4.Himmel und Hölle - 03:55    
5.Gaukler - 03:51     
6.Kunstraub - 03:22    
7.Feuertaufe - 03:26    
8.Du und ich - 03:29    
9.Doof - 03:49    
10.Alles schon gesehen - 03:28    
11.Belladonna - 04:00    
12.Die Beute - 03:40      

Download:
Mega / Rapidshare / Cloudzer / Zippyshare / Freakshare 

 

2 Responses so far.

  1. Bah, parece bastante com Saltatio Mortis...

  2. Faixas bônus aqui, pra quem quiser:
    http://myzuka.ru/Song/3587133/In-Extremo-Bunter-Vogel-Bonus-Track
    http://myzuka.ru/Song/3587134/In-Extremo-Meie-Din-Bonus-Track

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.