terça-feira, 17 de setembro de 2013
Avatar

Selah Sue - Selah Sue

2 comentários
Gênero: Soul / Reggae /  RnB
País: Bélgica
Ano: 2011

Comentário: Assim como, acredito eu, a maioria de vocês, também não estava lá muito animado com o Rock in Rio. O evento, que ao tornar Cláudia Leitte e Ivete Sangalo algumas de suas atrações principais nos últimos anos se tornou piada pronta, não empolgou muita gente, exceto os fãs mais ávidos de um ou outro artista. Como festival, em si, não revela mais a importância de que era gravado outrora, nem traz ao Brasil muitos shows inéditos ou verdadeiramente alternativos. Sinceramente? Não tenho nada contra. sei que a última tendência nesse mundinho raivoso que é a internet é odiar tudo o que está na moda. Isso é algo que tem me irritado profundamente nos facebooks alheios e é por isso mesmo que pouco me importa se Beyoncé ou Justin Timberlake fechando o ROCK in Rio pode ser algum tipo de contradição - dois artistas aos quais, aliás, passei a nutrir um grande respeito nos últimos anos.
Pois bem, algo mudou no quesito "o Rock in Rio não trará novidades" quando na sexta feira, meio que por acaso, acabei passando pelo multishow no fim de tarde. Na tela estava uma loirinha mirrada, magra, de olhos assustadoramente azuis e com uma voz extremamente diferente de tudo o que já tinha ouvido sair da garganta de cantoras que batem com o seu tipo físico. E que voz! Confesso que nos primeiros minutos seu tom não me agradou muito, soava meio forçado, mas de cara eu já pensei: "isso deve ser sensacional em gravação de estúdio". Poucos instantes depois, entretanto, já me via completamente envolvido pela apresentação. Uma participação dispensável de Maria Rita - nada contra, até gosto da artista brasileira, mas nada que acrescentasse coisa alguma ao que já vinha ocorrendo - e o show se finda, deixando uma imensa vontade de pesquisar mais sobre aquela que eu ainda nem sabia o nome.
Selah Sue é a alcunha pela qual atende. E ela vem de um país do qual não estamos exatamente acostumados a receber música: a Bélgica. A pesquisa retornou que ela possui apenas um debut album até o momento, este homônimo que vos apresento. E é sensacional: uma mistura fina de reggae e soul com um vozeirão alternativo demonstra muito conteúdo e uma espantosa maturidade pra uma candidata a diva de meros vinte e quatro anos (vinte e dois à época de seu lançamento).
É incrível sua capacidade de vagar entre dois estilos que não são comumente conjugados, como o Reggae e o Soul. Em Peace of Mind por exemplo, recebemos sua voz envolvente até um refrão que beira ao Hip Hop, permeia o reggae e se aprofunda em manter o ouvinte imerso na excelente produção. A produção, aliás, se mantém nesse nível por todo o registro.
Se não é um disco perfeito - confesso, as últimas faixas são muito semelhantes umas às outras -, seu álbum de estreia revela, ao menos, um potencial gigantesco, que torcemos para que seja delicadamente explorado. É impossível não enxergar um quê de Amy Winehouse em suas interpretações, mas sem perder a originalidade: é nítido que Sue não quer viver à sombra dessas comparações, e busca uma identidade toda sua. Não esperava muito do Rock In Rio, mas o pouco com que me brindou me fez criar uma expectativa enorme sobre o futuro da música belga. Uma surpresa bastante agradável.





Tracklist:
  1. "This World" - 4:45
  2. "Peace of Mind" - 4:03
  3. "Raggamuffin" - 2:40
  4. "Crazy Vibes" - 3:48
  5. "Black Part Love" - 4:03
  6. "Mommy" - 3:37
  7. "Explanations" - 2:47
  8. "Please" (feat. Cee Lo Green) - 5:05
  9. "Summertime" - 4:41
  10. "Crazy Sufferin Style" - 4:08
  11. "Fyah Fyah" - 4:02
  12. "Just Because I Do" - 2:53

 
Spotify

2 Responses so far.

  1. Ariel says:

    Devo dizer que estou feliz por você ter assistido um pouco do Rock in Rio, pois estou encantada com essa mocinha e suas músicas! Obrigada pelo post! *-*

  2. C.C. says:

    Descobri Selah Sue por causa da minha irmã, que com um pouco de chantagem emocional me fez concordar em ir com ela no show da Selah Sue aqui em floripa. Não me arrependi.
    Essa moça canta muito! É loucona no palco e foi muito querida com o pessoal^^

    Ótimo post =D

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.