quarta-feira, 13 de novembro de 2013
Avatar

Algernon Cadwallader - Some Kind of Cadwallader

0 comentários


Gênero: Emo
País: Estados Unidos
Ano: 2009

Comentário: Algernon Cadwallader é uma banda emo, de que eu nunca consegui descobrir o ano de criação. Nem o significado do nome. Mas sei que são da longínqua Filadélfia, que fundaram a banda no mínimo em 2006 e que fazem um som muito parecido com Cap'n Jazz. Pra resenha, só a primeira e última informação tem alguma importância.

Some Kind of Cadwallader, lançado em 2009 (ou 2008, dependendo de onde você procurar), é outro dos discos da nova leva de emo do final dos anos 00. E com devemos esperar duas coisas principais: 
Um vocal melódico cantado, quase gritado, e guitarra(s) que parecem não dialogar 'perfeitamente' com o resto do grupo. Pelo menos se o som é próximo do que os Kinsella (Cap'n Jazz, Owls, American Football etc) vieram fazendo nas últimas duas décadas. Os caras do Algernon Cadwallader (AC a partir de agora) fazem exatamente isso.

A guitarra dedilha boa parte do disco e é o ponto forte. Sempre segura e constante, ela serve de cama para o vocal, outro destaque do álbum. Gritado, como de costume, mas interessantemente treinado e não desafinado - para o emo um pouco mais melódico, isso é um grande elogio - ele consegue manter o ar de crueza tão inerente ao gênero sem cair no amadorismo involuntário de tantas outras bandas.

Algumas músicas são claramente mais agitadas do que outras, como se repara na diferença na sequencia da faixa-título e The Stars. O que não quer dizer que as menos agitadas sejam calmas. Para diferenciar os dois tipos de música, é melhor diferenciar a proeminência do vocal ou da guitarra em cada faixa.

As mais agitadas contam com os vocais mais marcados, tomando a dianteira, as vezes entrando em pequenos coros, sempre auxiliados pela guitarra, minimalista e mais calma. Não é raro termos pequenos 'buracos' de tempo entre o surgir e descer da guitarra nas músicas. As mais melódicas, calmas, se apoiam nessa mesma guitarra, que cresce nos momentos individuais e se torna mais constante. É como uma concessão mútua.
O disco funciona muito bem, na medida em que é coeso musicalmente e não se alonga por tempo demais. É um pacote de músicas de dois a três minutos, com uma exceção apenas, e é melhor assim. Apesar da brevidade das músicas, todas soam completas e bem trabalhadas, tendo uma boa fluidez entre si.

In Response to Irresponsability é a exceção de que falei mais acima e conta com 13 minutos, fechando a obra. Mesmo com uma longuíssima duração - estamos falando de um derivado de punk - a última faixa consegue manter a atenção, muito provavelmente por soar como diferentes composições em uma só, interligadas pelo padrão melódico do disco.

Qualquer pessoa que esteja interessada nesse emo 'revival' dos últimos anos, deveria ouvir esse disco. Nem que seja só para averiguar a nova trupe inspirada em Cap'n Jazz. Ou lembrar da abrangência do gênero, que é um dos mais difíceis de digerir.



Tracklist:
1. Casual Discussion in a Dome between two Temples - 2:27
2. Some Kind of Cadwallader - 2:25
3. The Stars - 2:54
4. Horror - 4:21
5. Motivational Song - 3:44
6. Yo Soy Milk - 2:32
7. On Up - 2:21
8. Katie's Conscious - 2:14
9. Serial Killer Status - 2:29
10. In Response to Irresponsibility - 13:15

Download: MEGA


Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.