terça-feira, 5 de novembro de 2013
Avatar

Elvis Costello and the Roots - Wise Up Ghost and Other Songs

1 comentários
Gênero: Soul / Funk Rock
País: Estados Unidos
Ano: 2013

Comentário: De um lado, um monstro da música em geral; um dos precursores da cena do pub rock britânico, com boa influência na explosão punk londrina dos anos 70, com uma invejável capacidade de se reinventar a cada década - ninguém menos que Elvis Costello. Dando-lhe suporte, um grupo que, em seu nicho, não possui menor expressão que o cantor inglês. Pelo contrário: do alto de seus dez discos pela carreira, são verdadeiros monstros do Hip Hop e do Neo Soul, além de serem famosos por acompanhar musicalmente os esquetes do Late Night with Jimmy Fallon - nada menos do que The Roots. Um choque de gigantes gera grande expectativa, e em grande parte ela foi atendida: Wise Up Ghost and Other Songs é um álbum bastante divertido, muito agradável e até mesmo um pouco inovador.
Costello sempre foi mais conhecido pelo seu facilmente audível rock alternativo, tendo maior relevância a parcela new wave de seu trabalho, e esse estilo pouca afinidade revela às poderosas bases do The Roots. Por isso, em algumas faixas, enxergamos claramente uma distanciação do cantor com relação a sua zona de conforto para encarar uma das principais virtudes do grupo: o Neo-Soul. Isso pode ser verificado, por exemplo, na calma e romântica Tripwire, que apresenta vocais passionais; ou mesmo na melhor faixa do registro, a enigmática Cinco Minutos Con Vos, que soma elementos como duplicidade de línguas, crônica envolvente e arranjos sensacionais, calcando-a o status de viciante logo na primeira audição.
Embora os maiores êxitos do disco residam, de fato, na mistura do Rock com o Soul e o Funk, há algumas faixas que lembram bastante aquelas que impulsionaram o cantor em seu início de carreira, com os vocais mais rasgados, despreocupados, e a faceta do rock se estampando de forma mais nítida. Apesar de também agradáveis, não acrescentam tanto brilho ao disco, mas colaboram no arredondamento de uma parceria que, sem dúvidas, deu certo.
A realidade é que, ainda que não haja grande dose de inovação, só o fato da junção de dois grandes nomes da música num único trabalho colaborativo já torna o disco digno de se prestar atenção. Com uma oitiva mais atenta, por consequência, podemos aproveitar mais um trabalho feito com um coração, o que não é novidade nem na carreira do The Roots, nem na de Elvis Costello. Assumindo o risco de soar repetitivo, se pouco inova - e eu acho que o faz, de maneira um pouco tímida, mas o faz, quando alguns elementos eletrônicos são inseridos para acompanhar os instrumentos -, por outro lado, muito agrada.


Tracklist:

  1. "Walk Us Uptown" - 3:22
  2. "Sugar Won't Work" - 3:31
  3. "Refuse to Be Saved" - 4:26
  4. "Wake Me Up" - 5:53
  5. "Tripwire" - 4:28
  6. "Stick Out Your Tongue" - 5:27
  7. "Come the Meantimes" - 3:52
  8. "(She Might Be A) Grenade" - 4:35
  9. "Cinco Minutos Con Vos" - 5:01
  10. "Viceroy's Row" - 5:01
  11. "Wise Up Ghost" - 6:26
  12. "If I Could Believe" - 3:58
  13. "My New Haunt" - 4:41
  14. "Can You Hear Me?" - 6:27
  15. "The Puppet Has Cut His Strings" - 4:56


Spotify

One Response so far.

  1. Gostei do do disco como um todo, mas creio que houve, neste primeiro momento da parceria. uma aproximação muito maior ao universo do The Roots que do Costello. Esperaremos cenas dos próximos capítulos, se acontecerem

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.