domingo, 1 de dezembro de 2013
Avatar

Johnny & The Hookers - Roquestar

5 comentários

Gênero: Glam Rock
País: Brasil
Ano: 2011

Comentário: Johnny Hooker, ou John Donavan, surgiu para mim tal qual aparição pelas zapeadas da TV aqui de casa um tempinho atrás. Não me lembro do ano, mas vi um clipe de “Amor Marginal”, a rodar no Multishow graças ao programa Geleia do Rock, no qual Johnny era um dos integrantes.

O clipe era simples: figuras com máscaras animalescas e um cara de maquiagem carregada, andrógino cantando em desespero um clamor terrivelmente ultrarromântico, quase byronesco (isso é um neologismo ou existe?). Não resisti, me encantei pela música daquela figura de olhos marcados, roupas anacrônicas e voz dolorosa.

Baixei a música e ouvi-a compulsivamente, aliás. Passado algum tempo vi que o tal do Johnny tinha gravado um álbum e fui lá eu correndo para baixa-lo. Encontrei Roquestar meio de supetão, sem saber se mais uma dessas gravações de fundo de quintal ou se tinha qualidade no áudio, mas esperei o download acabar e me deparei com esse álbum que vos apresento agora.

Roquestar tem um ar de Cazuza, aliás, essa é uma das referências do Johnny. Cazuza, Bowie, Freddie Mercury, Ney Matogrosso, o cara bebe de todas essas fontes e consegue fazer algo original – com esse sotaque nordestino que, desculpem o quase palavrão, taqueparel, não resisto. Adoro regionalidades e o nordeste para mim é um polo incrível para música e o Johnny não fica atrás. Ele resgata uma essência verdadeiramente rockstar, divertido, engajado em suas causas e a sua maneira, poético, lírico, rebelde, muitos são os adjetivos para enquadrarem obra e artista – e ambos cabem muito bem nesse discurso.

O Johnny brinca com a própria infância e sexualidade no álbum. Em “Coisas de Menino” que tem toda uma levada rocker rebelde fala de um tema bastante polêmico, descoberta da sexualidade ainda na infância, acho que pela proposta do artista e do álbum foi uma saída mais leve e explícita do que atribuir uma melodia mais melancólica à canção. Muito peculiar essa saída e verdadeiramente casada com a estética proposta pelo Roquestar.

“Amor Marginal”, “Só pra eu ser teu homem” e “Nine out of ten” é a melhor sequência do álbum, de longe. As faixas complementam-se mutuamente, começam doloridas e vai para uma explosão com o meio em quase loop e o vocal mais gritado de “Nite Out of Ten”, que se finda com um violão bem suave emendando em “Monogamia”, para encerrar de uma maneira um pouco mais branda o álbum.

“Pare de ser roquestar” tem uma atitude tipicamente rebelde, uma das marcas das músicas do Johnny e essa rebeldia vinda de sua inspiração em Cazuza, aliás enquanto resenhava o álbum me deixei contaminar pela vibe do mesmo e fiquei ouvindo-o em loop infinito e quase todo mundo que passava perto pensava que fosse de fato o Cazuza, mas ainda não sei se isso é um ponto positivo ou negativo.

O bônus fica por conta de uma gravação simples de voz e violão de “Me leve”, uma faixa que funciona bem para acalmar o espírito rebelde que paira por sobre o álbum, talvez a gravação não esteja excelente, mas fica como um bom registro acústico dá para perceber bem a maleabilidade da voz de Johnny: a mesma que clama por amores que viram poesia em amores marginais faz-se calmaria embalada em tristezas que fazem bem.

Tracklist:

01. Candeias Rock City
02. Coisas de Menino
03. Roquestar
04. Amor Marginal
05. Só Pra Eu Ser Teu Homem
06. Nine Out Of Ten
07. Monogamia
08. Pare de Ser Rockstar
09. Me Leve (bônus)

Download: MEGA

5 Responses so far.

  1. Anônimo says:

    Você não consegue disponibilizar o "Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar, maldito" dele?

  2. jorge says:

    legal, mas "coisas de menino" não é necessariamente sobre a 'descoberta da sexualidade' na infância, e sim sobre os padrões que são impostos aos meninos quando pequenos, como aulinha de futebol, bonecos de ação, etc. é mais sobre a aceitação de uma "não adequação" nesses termos, um menino que se difere em suas características, não necessariamente sendo gay. abraço do jorge

  3. Ariel says:

    A arte, de uma maneira geral, é subjetiva e por isso está sujeita a várias interpretações. :B

  4. Anônimo says:

    Link off, meus lidinhos! :(
    Por favor, repostem!
    Ah, dica: postem no Google Drive. :3
    Sou grato desde já!

  5. Anônimo says:

    Muito Obrigado! Estava procurando essa raridade!

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.