segunda-feira, 9 de dezembro de 2013
Avatar

Noye - Away

2 comentários

Gênero: Sludge / Post Metal
País: Rússia
Ano: 2012

Comentário: Os russos do Noye criaram a banda no ano de 2010 e lançaram seu álbum debut no ano de 2012. O quarteto é mais um que resolveu se aventurar no Sludge/Post Metal. A banda é composta por Andrey Severin no baixo, Andrey Ermakov na bateria, Captain Beard na guitarra e Evgeniy Severin no vocal e guitarra.

Land of Silence and Darkness é a abertura do álbum, trata-se de uma faixa instrumental, eletrônica e experimental, uma característica mantida em todas as faixas instrumentais contidas no álbum, que servem de interlúdio entre uma música e outra. A faixa Mire, inicialmente tem uma pegada bem agradável, conduzida por uma série de ótimos riffs, que são acompanhados pelo ótimo vocal de E. Severin, que mantém um excelente nível ao decorrer da faixa, sempre potente e fazendo valer o instrumental. Dead Stones é uma faixa conduzida por uma série de ótimos riffs e com leves distorções em alguns momentos.

Spinners segue a mesma proposta das demais, seu diferencial é a distorção e efeitos contidos em quase toda a faixa. Dark Wing é a seguinte, mais uma faixa instrumental, que prepara o ouvinte para  Fracture, que apesar de ter uma duração curta, é uma faixa impressionante. Sludge da melhor qualidade, agressivo e sem firulas. O vocal do E. Severin está impecável nessa faixa. Gjöll é mais uma faixa instrumental, na mesma pegada eletrônica das instrumentais anteriores.

Hrimthurs vem logo na sequência, um jam sensacional, onde os membros da banda esbanjam habilidade e qualidade. O ótimo ritmo criado pela bateria, é acompanhado pelos ótimos riffs, aqui menos agressivos e mais melódicos, além do baixo que não deixa por menos no quesito qualidade. Terror é outra faixa de destaque, E. Severin mescla seu harsh vocal com um vocal mais limpo e com certo tom de agonia em alguns momentos.  Logo após, vem outra instrumental que leva o nome Disconnection. The Shelf é minha favorita do álbum, seu início primoroso, onde as pancadas na bateria somadas aos berros de ódio feitos por E. Severin empolgam o ouvinte. Tenho que elogiar o trabalho desempenhado pelos guitarristas nesta faixa em especial, conseguiram criar riffs impressionantes. A faixa tem uma quebrada no ritmo em certo momento, que cede espaço para um longa sequência de riffs pesados e em alguns momentos cheios de distorção.

O álbum é bastante interessante pra quem já conhece e gosta do gênero, e até mesmo pra quem tem interesse em conhecê-lo. A sonoridade lembra um pouco os dois primeiros álbuns do Cult of Luna, mas com uma abordagem não tão complexa. Mas a banda não é apenas mais uma derivação nesse meio, muito pelo contrário. É uma banda criativa e com uma inspiração nítida, que pode surpreender ainda mais no futuro.




Tracklist:

01. Land of Silence and Darkness
02. Mire
03. Dead Stones
04. Spinners
05. Dark Wings
06. Fracture
07. Gjöll
08. Hrimthurs
09. Terror
10. Disconnection
11. The Self

Download: Mega


2 Responses so far.

  1. Anônimo says:

    Lindo msm

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.