sábado, 1 de fevereiro de 2014
Avatar

Marilyn Manson - Smells Like Children

2 comentários

Gênero: Industrial / Experimental
País: EUA
Ano: 1995

Comentário: O Smells Like Children é o segundo álbum (alguns dizem EP, mas né, dezesseis faixas, classifico como álbum) do Manson e banda. Produzido por Trent Reznor, gravado em Nova Orleans, esse álbum de remixes tem uma essência bastante soturna, drogada, experimentalista, até.

Bem, falando das faixas apresentadas, quero passar rapidamente por algumas que se destacam. Enquanto a primeira funciona mais como um prelúdio do álbum em sim, a segunda “Diary of a Dope Fiend”, funciona basicamente para envolver o espectador (considero aqui o álbum como uma obra, sei lá porque) na estética do álbum. O título da faixa é uma brincadeira com um livro infantil escrito em 1964 – e é essa estética de polemizar com assuntos de família que o álbum propõe: e cumpre. O álbum funciona como uma junção da temática do primeiro álbum da banda, o Portrait of an American Family e talvez um anúncio de um dos mais aclamados álbuns do Manson, o Antichrist Superstar.

Inúmeras faixas do álbum são experimentações da banda, sons ensurdecedores, falas, batidas, brincadeiras com sonoridade, um som mais bastante agressivo e beirando o non-sense, de fato. Então porque cargas d'água fiquei sentado 54min43seg ouvindo um amarrado de faixas inicialmente desprovidas de sentido? Primeiro: eu gosto, de verdade. Segundo: os covers. Ah, eles! Se para você nada do que falei anteriormente te prende ou te faz parar por álbuns minutos para analisar o álbum talvez as regravações do Manson irão.

Começando pelo clássico hit gótico e sombrio e nascido de uma bad trip do Brian Hugh Warner: “Sweet Dreams”. Cover do Eurythmics e nesse cover nada se parece muito com a versão original. É muito mais pesado, doentio, soturno, arrisco dizer que a letra da composição tem mais ligação com o Manson do que com o Eurythmics. Em sua autobiografia o cara explica o porquê disso, basicamente tem ligação com “Some of them want to get used by you... / Some of them want to abuse you”, uma dualidade que, segundo ele, viveu a vida toda. E bem, ah, sim, entendo essa visão artística dele por escolher gravar a faixa, até.

Após mais algumas experimentações. Uma delas “Fuck Frankie”, onde “fuck Frankie, fuck Frankie” é repetido e seguido por gemidos por um minuto e quarenta e oito chegamos ao segundo cover do álbum. Ae! “I Put a Spell On You”, do Screamin' Jay Hawkins, mas originalmente conhecida por mim na voz da Nina Simone, ícone do gospel/soul americano. A faixa aqui se torna uma súplica de possessão, gritaria macabra e agressividade. A canção foi regravada diversas vezes, mas sua gravação original foi feita em meio a alucinógenos, grunhidos e murmúrios de um entorpecido Jay Hawkins, que em estado de transe gravou-a e depois teve de aprender como cantar como fez na gravação, já que não lembrava de nada que tinha feito. O cover do Manson só repete em seu gênero a soturnidade original da canção, mas mesmo assim não deixa de ser um cover genial.

Mais algumas experimentações e no meio o último, mas não menos importante, cover do álbum. “Rock 'n' Roll Nigger”, da Patti Smith. Comparando a original com a regravação elas tem até o mesmo tom de revolta, de rebelião e etc, aliás, é isso que a letra pede. Mas a faixa do Manson é mais rápida, lembrando e muito “1996” do Antichrist Superstar. Esse cover é colossal! Por ele o Manson foi até preso, proibido de cantá-lo em um show, ele descumpriu a regra e foi parar na cadeia (com um cagaço filho da mãe dos tiras, vale ressaltar). Se acham dispensáveis os outros covers deem uma chance a “Rock 'n' Roll Nigger” pra mim é um dos melhores covers já feitos pela banda (e olha que tem cover pra caramba!)

Por fim para amarrar que, de fato, existe uma ligação desse álbum com o seu sucessor. Smells Like Children termina com uma hidden track de oito minutos muito sem sentido, mas hipnotizante, tal qual Antichrist Superstar e sua faixa secreta 99.



Tracklist:

01. The Hands of Small Children
02. Diary of a Dope Fiend
03. Shitty Chicken Gang Bang
04. Kiddie Grinder (Remix)
05. Sympathy for the Parents
06. Sweet Dreams (Are Made of This)
07. Everlasting Cocksucker (Remix)
08. Fuck Frankie
09. I Put a Spell on You
10. May Cause Discoloration of the Urine or Feces
11. Scabs, Guns and Peanut Butter
12. Dance of the Dope Hats (Remix)
13. White Trash
14. Dancing with the One-Legged...
15. Rock N Roll Nigger
16. Hiden Track

Download: MEGA


2 Responses so far.

  1. Ótima resenha! Os trabalhos inicias do Marilyn Manson são muito bons.
    E Rock N Roll Nigger realmente é muito foda.

  2. esse dico é muito foda gostei continue assim amigo

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.