sexta-feira, 14 de março de 2014
Avatar

Descend - Wither

0 comentários

Gênero: Progressive / Melodic Death Metal
País: Suécia
Ano: 2014

Comentário: A Suécia sempre nos presenteou com bandas de grande qualidade em todos os subgêneros do Metal. E nos dias atuais, isso não foi deixado de lado. Além de bandas clássicas que ainda lançam ótimos trabalhos, temos a nova safra que sempre traz algo surpreendente e agradável.

Esse é o caso do Descend, banda formada no ano de 2003 na cidade de Estocolmo e que recentemente lançou seu segundo álbum de estúdio, chamado Wither. Neste álbum o lado progressivo da banda ganhou mais enfoque que o lado melódico, trazendo um instrumental muito bem elaborado em todas as oito faixas que formam o álbum. Cada instrumento ganhou o devido destaque no decorrer de Wither, algo que vale à pena ser citado. O trabalho dos guitarristas alternam-se entre momentos no qual executam riffs devastadores e outros em que desenvolvem belas passagens acústicas. O vocal sempre potente e no tom ideal, alterna-se entre o gutural (mais presente no álbum) e o vocal limpo, que veio somar na atmosfera criada pela banda, trazendo um certo tom de melancolia. A bateria me agradou bastante, desde os blast beats de tirar o fôlego, até mesmo em partes mais cadenciadas, onde a técnica foi o fator de destaque.

Confined By Evil é a faixa de abertura, trazendo desde seus momentos iniciais um peso esmagador e que cede espaço para passagens mais melódicas e progressivas no decorrer da faixa. Esse evolução que ocorre nas faixas de Wither é muito bem realizada, transformando faixa por faixa em algo único e moldando as faixas de maneira com que cada uma tenha seu diferencial. É possível notar uma influência clara do Opeth no som da banda, principalmente na época do "Blackwater Park" e "My Arms, Your Hearse". Essa influência talvez seja mais facilmente assimilada em In Hours of Despair, onde a evolução da faixa ocorre de maneira magnífica, alternando entre um instrumental pesado indo de encontro para partes mais acústicas e de um tom progressivo magnífico. A presença do vocal limpo em contraste com o gutural, criou um variação de intensidade sem igual. Devo destacar também a faixa título, um interlúdio de caráter progressivo e acústico, trazendo belas melodias e quebrando a sequência imposta pela banda no álbum. Sundown, a faixa de encerramento, também merece ser citada. Ao longo de seus 12 minutos de duração, a banda executa um instrumental muito preciso e bem elaborado, meio que fazendo uma análise do que se foi criado no  álbum.

Wither pode ser um divisor de águas na carreira da banda, uma vez que as características exploradas no álbum, podem servir de base para uma evolução do som para algo moldado exclusivamente no Metal Progressivo. Mas isso no momento é apenas uma dedução! Wither é um álbum bom de se escutar, muito bem produzido e mais um ótimo lançamento no ano de 2014.



Tracklist:
01. Confined by Evil
02. The Rancorous Paradigm
03. In Hours of Despair
04. Severance
05. Wither
06. Diabolic
07. From Grace to Grave
08. Sundown

Download: Mediafire


Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.