domingo, 6 de abril de 2014
Avatar

Triptykon- Melana Chasmata

4 comentários

Gênero: Black / Doom / Gothic Metal
País: Suíça
Ano: 2014

Comentário: O Triptykon é uma daquelas bandas que eu admiro muito. Tal admiração surgiu pelos feitos de Tom Warrior no Celtic Frost e que com o lançamento de Eparistera Daimones, álbum de estréia do Triptykon, ganhou uma admiração ainda mais forte. Há muito tempo aguardava pelo sucessor de Eparistera Daimones e após quatro longos anos, tenho o imenso prazer de estar apreciando mais um álbum incrível, assim como o primeiro.

A formação da banda não sofreu alteração nesse período, o que ajudou a banda a manter a mesma pegada apresentada no álbum de estréia. As duas faixas que foram divulgadas antes do lançamento oficial, serviram pra criar uma grande expectativa em torno de Melana Chasmata. A arte do álbum novamente ficou na responsabilidade de Hans Rudolf Giger, que já havia criado a arte do primeiro álbum, além da clássica arte contida no To Mega Therion do Celtic Frost.

Serei bem objetivo quanto ao álbum, sem me desviar muito de suas características. A sonoridade manteve aquele tom agressivo, arrastado e que agora se torna a característica maior da banda. Mais uma vez temos vários e vários riffs impressionantes, alguns que até me trouxeram a lembrança do Celtic Frost, como acontece na faixa de abertura chamada "Tree Of Suffocating Souls". "Boleskine House" ao lado de "Breathing", tiveram a divulgação realizada com um mês de antecedência e ouvindo as faixas dentro do contexto do álbum, tenho que dizer que ficaram ainda mais impressionantes. "Aurorae" foi o maior destaque do álbum pra mim, aquela faixa que você escuta pela primeira vez e gosta tanto, que a repete várias vezes seguidas. Uma faixa sombria, conduzida pelos ótimos vocais de Tom Warrior e com um instrumental impecável. "Black Snow" é a faixa de maior duração do álbum e definitivamente um dos destaques de Melana Chasmata. Tudo na faixa é perfeito, as alternâncias de ritmos, os riffs empolgantes e com Warrior e Santura dando um show à parte nos vocais. A faixa de encerramento é "Waiting", trazendo aquela atmosfera mais carregada, contando com vocais femininos, um instrumental calmo apesar de alguns riffs bem pesados, mas sempre bem cadenciada. É uma faixa que foge das características sonoras das demais, assim como ocorreu com "My Pain" no álbum de estréia. 

Melana Chasmata correspondeu às minhas expectativas e compensou cada dia durante esses 4 anos de espera. Uma continuação do que se foi feito no álbum anterior, sem mudanças drásticas, a fórmula continua a mesma, assim como a qualidade apresentada. Um álbum que você pode escutar várias e várias vezes sem se tornar enjoativo. 



Tracklist:
01. Tree Of Suffocating Souls
02. Boleskine House
03. Altar Of Deceit
04. Breathing
05. Aurorae
06. Demon Pact
07. In The Sleep Of Death
08. Black Snow
09. Waiting

Download: Uploaded

4 Responses so far.

  1. Watain says:

    Esse álbum tá bem caprichado. Que agilidade pra postar a resenha, vlw Finck

  2. Finck MG says:

    É o lançamento que mais me agradou até o momento, assim que vazou não perdi tempo e postei! Obrigado pelo comentário.

  3. Anônimo says:

    o link ta fora se puder arrumar obrigado

  4. Link novo, pode fazer o download ;)

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.