domingo, 13 de setembro de 2015
Avatar

Nx Zero - Norte

1 comentários
Gênero: Rock
País: Brasil
Ano: 2015

Comentário: Foi no ano de 2006 que eu ouvi o Nx Zero pela primeira vez, eles tinham acabado de estourar com o hit "Razões e Emoções", tocando direto na radio, aparecendo em programas e conquistando uma legião de fãs. Mas claro que com o sucesso veio as criticas e não demorou muito para eles serem taxados como uma banda de 'emos' e 'bixas' que não sabem fazer rock, e eu, como um bom menino imaturo, estava no meio dos que xingavam a banda. O tempo passou, eu fui aprendendo a respeitar o trabalho dos outros, mas ainda assim a banda  não descia, eu achava o som meio infantil, instrumental fraco, e não me agradava muito.

Até que veio a musica "só rezo", já mostrando que a banda tentava seguir um outro caminho, apostando em coisas novas e saindo da mesmice. Foi ai que dei uma chance para o disco "Projeto Paralelo", que é cheio de convidados especiais e talentosos, mas não consegui me apegar ao disco,
nem passar pela metade. E por um bom tempo eu deixei pra lá, cheguei até a achar que a banda tinha acabado.

Então em 2015, passeando pelo meu feed no facebook, vejo que a banda deu uma entrevista à um portal de noticias, onde o vocalista declara que lutaram para não virar um produto. Fico curioso, clico, gosto bastante da conversa e acabo conhecendo a nova musica deles, chamada "Meu Bem".
A musica tem um som agradável, diferente, puxando um groove impressionante e uma quebra de ritmo que flui inteligentemente, sem ser brusca. Acabei baixando o disco e dando mais uma chance para a banda.

O disco abre com "Modo Avião", que já mostra um amadurecimento no instrumental, com um baixo seguindo a guitarra no melhor estilo Chili Peppers e uma letra que, adivinha, não fala sobre romance adolescente. Os efeitos no vocal deixam a musica mais interessante e com um ar experimental.
É nítido o trabalho do teclado no álbum, que deu uma encorpada na atmosfera, como é possível ouvir em "Mandela" e "Fração de Segundo". Em "Por Amor" o vocalista arrisca uma especie de rap que agrada, apesar de um refrão um tanto quanto repetitivo e bobo. "Milianos" é o ponto alto para mostrar o amadurecimento nas letras, com versos ácidos e que questionam o mundo atual, mas devo destacar também o solo de guitarra.

Ao todo, o disco mostra uma banda que evoluiu muito musicalmente, passando de adolescentes com instrumentos, para músicos que demonstram segurança em cima de seu trabalho e sabem o que estão fazendo. E isso é uma das coisas que torna o disco "Norte" mais interessante ainda, essa decisão, de uma banda que tem uma base de fãs conquistada por um determinado tipo de musica, de mudar totalmente seu estilo para não cair na mesmice e apostar em novos caminhos. E conseguiram mudar com sucesso, o instrumental impecável mostra que eles evoluíram muito dentro da banda.
Claro que muitos não vão dar chance para o disco, pelo fato de a banda sofrer muito preconceito por causa de seus hits passados e por não serem considerados "verdadeiro rock", mas eu prefiro ouvir uma banda de "ursinhos do rock", que muda seu estilo sem medo, a ouvir esses dinossauros que continuam no preto por trinta anos e nunca saem da mesmice.


Tracklist:
1. Modo Avião
2. Meu Bem
3. Mandela
4. Fração de Segundo
5. Por Amor
6. Personal Privê
7. Vibe
8. Pedra Murano
9. Breve Momento
10. Gole de Sorte
11. Milianos
12. Marcas de Expressão

Ouça em: Spotify

One Response so far.

  1. onde esta merda é rock? vai chupar P de cavalo, isto é emo, esta desgraça, ainda bem que acabou esta moda de Viado. isto não [e rock.

Leave a Reply

Link Off? Comente aqui mesmo ou na caixinha de bate papo ali do lado que a gente reposta rapidinho.

 
Ignes Elevanium © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

Poucos direitos reservados a nós e muitos para as bandas.